Jumanji Esta foto é sua?

10 filmes “Sessão da Tarde” que você deveria rever pela milésima vez

1 – JUMANJI

Jumanji

“Esse jogo maluco vai levar essa turma a uma aventura de outro mundo, e enfrentar os perigos selvagens não será nada fácil.”

Lembro-me até hoje daquele barulho. Depois que eu assistia Jumanji ouvia aquelas batidas por todos os lados e torcia para que algum fabricante resolvesse lançar o jogo. Eu sempre quis que esse filme fosse verdade. E tinha o nosso eterno Robin Willians, meu ator predileto de filmes “sessão da tarde”.

2 – A LAGOA AZUL

Jumanji

“Quando a paixão é de verdade ela sempre se renova, e você vai se apaixonar de novo por esse paraíso cheio de romance e perigo.”

Acho que esse filme despertou em muitos o fetiche da ilha deserta e mostrou como seria crescer de forma inocente, num lugar sem leis nem moralidades. Conheço muitas meninas que tiveram a primeira noção de menstruação a partir desse filme. Mas, pra mim o mais curioso nele é a impressão de que Brooke Shields possuía apenas uma fala: “Richard”.

3 – UM PRÍNCIPE EM NOVA YORK

Jumanji

“Ele vivia na maior mordomia, mas um dia resolveu jogar tudo pro alto e curtir uma vida muito louca na América, e agora a azaração vai rolar solta.”

Acho que esse foi o filme que eu mais vi na Sessão da tarde. E ele envolve romance, fábula social, e traz Eddie Murphy em um dos papéis mais populares de sua carreira. O curioso é que esse filme ficou eternizado também por sua dublagem, seria estranho imaginá-lo em inglês. O personagem Akeem é carismático, chavequeiro e vem de um reino cheio de exageros e ostentações engraçadas. Esse longa subverte estereótipos de maneira divertida e original.

4 – QUERIDA, ENCOLHI AS CRIANÇAS

Jumanji

“Eles encolheram depois de uma trapalhada científica e agora estão na maior fria. Agora terão de encarar uma louca aventura para voltarem a ser grandes.”

Lembro bem quando o quintal da casa, anteriormente inofensivo, transforma-se numa selva cheia de perigos. Nunca tive tanto apego a uma formiga como nesse filme. Não me esqueço da frase que resume o longa: “Nós agora temos oito milímetros e estamos a vinte metros de casa, ou seja, estamos a 5km e cem metros de distância”.

5 – ESQUECERAM DE MIM

Jumanji

“Você não perde por esperar as confusões que esse capetinha irá aprontar depois de ser esquecido em casa pela família.”

“E fique com o troco seu animal”. Eu sempre quis imitar o Kevin. Ele representava uma espécie de autonomia infantil endiabrada. Foi minha primeira referência de subversão. Ele tinha uma inteligência sádica e ao mesmo tempo ingênua e criativa. Era época de natal, família grande, situações típicas dos anos 90. O filme continha tipos familiares deliciosamente caricatos como o primo que mija na cama, o irmão mais velho covarde, a mãe alienada.

6 – OS GONNIES

Jumanji

“A bagunça está armada. Essa turminha barra-pesada vai aprontar mil e umas aventuras em busca de um tesouro. Vai ser um Deus nos acuda!”

“Chocolaaaaateee”! O interessante dos Goonies, era a disposição que eles tinham para encontrar o tesouro. No filme, todos deixam de certa forma suas zonas de conforto e partem em busca do objetivo enfrentando Willy Caolho e seus obstáculos. No meio disso, temos o Sloth, o monstro chocólatra com coração de herói e a música emblemática de Cyndi Lauper. Quem não se lembra do juramento?

“Eu jamais trairei meus amigos das Docas Goon,
Juntos ficaremos até o mundo inteiro acabar,
No céu e no inferno e na guerra nuclear,

Grudados feito piche, como bons amigos iremos ficar,
No campo ou na cidade, na floresta, onde for,
Eu me declaro um companheiro Goony
Para sempre, sem temor.”

7 – O MILAGRE VEIO DO ESPAÇO

Jumanji

“Eles estão sendo expulsos de casa, e agora só um milagre poderá salvá-los. Você vai se divertir a beça com esses velhinhos corajosos.”

Eu sempre achei esse filme mágico porque o elenco era composto por velhinhos –  entre eles a amável Jéssica Tandy – , e além de torcer para que eles não fossem despejados, queria a todo custo ter uma daquelas criaturas interplanetárias criadas por Spielberg.

8 – HISTÓRIA SEM FIM

Jumanji

“Esse garoto cheio de imaginação embarcou num mundo mágico e para salvar esse lugar terá que encarar o medo e ter coragem de gente grande.”

Esse filme trouxe um dos universos mais fantásticos dos anos 80. Voar em cima de Falkor – o dragão com cara de cachorro –, e enfrentar junto com Bastian, os perigos do mundo de Fantasia. Os efeitos especiais obsoletos também são uma diversão a parte na hora de rever essa obra mágica. Pensar que todos os personagens usavam aquelas fantasias e maquiagens é algo que até hoje chama a atenção.

9 – UM TIRA NO JARDIM DE INFÂNCIA

Jumanji

“Arnold Schwarzenegger vai dar uma aula de boas maneiras pra essa galerinha. Esse tira se disfarçou de professor para prender um bandido, mas seus alunos também não vão ter moleza.”

Meu grande medo de infância sempre foi a “Kombi dos palhaços”, aquele grupo medonho que te sequestrava e roubava seus rins. Sempre que eu imaginava esse tipo de perigo acontecendo comigo, pensava em um tio brutamontes, assim como o professor do filme acima, para me defender. É um clássico das 15h30, e ainda traz crianças muito queridas e um vilão acompanhado de sua mãe psicótica.

10 – AS PATRICINHAS DE BEVERLY HILLS

Jumanji

“Uma turma de garotas muito descoladas agitando pra valer em Beverly Hills. Elas vão armar todas e não vão perdoar ninguém. Os colegas que se cuidem!“

Um filme que fez Alicia Silverstone bombar nos anos 90 e tempos depois, cair no ostracismo. Nós ainda lembramos dela, nos clipes do Aerosmith, de Batgirl ou como a Cher, a garota mais popular do colégio, posto típico das patricinhas de comédias norte-americanas.

Comentários