Esta foto é sua?

5 motivos do porquê você precisa assistir a Gaga – Five Foot Two

A Mommy Monster, Lady Gaga, é famosa por suas músicas, clipes e por suas esquisitices que a levou a ter esse apelido carinhoso. Porém, quem é a Lady Gaga por detrás das câmeras e grandes apresentações?

A Netflix lançou no último mês o documentário Gaga – Five Foot Two, que mostra um pouco da vida da cantora nesses últimos 5 anos. Nele você pode ver a criação do seu último álbum Joanne, a preparação para o show do Super Bowl e os momentos dolorosos em que vivencia as dores da doença que afeta seu corpo.

O documentário foi gravado mostrando partes dia a dia da cantora, incluindo cenas dela em sua casa, no estúdio de gravação, nos preparativos pré-shows e em momentos de descontração.

Vídeo:

Se você não assistiu a este incrível documentário não pode deixar de ver. É impressionante a força que Lady Gaga tem e seu incrível talento. E se mesmo assim, você ficou na dúvida de assistí-lo, confira abaixo 5 motivos do quanto esse documentário é incrível:

1 – Lady Gaga e a família

Essa é uma relação que quase não é mostrada em público, mas que no documentário fica evidente a questão familiar. A mommy Monster conta muito com o apoio de sua família no que precisar, isso é extremamente importante. Isso ficou mais evidente no último álbum da cantora, Joanne, em que ela fez uma música para sua avó e seu pai. Na música Gaga fala de Joanne, sua tia que faleceu jovem por conta do Lúpus, mesma doença que a cantora possui. No documentário é possível ver o momento em que Gaga mostra a música para sua avó e o quanto as duas se emocionam.

2 – Lady Gaga e sua dedicação

É visível, e em algumas vezes, ela mesma fala que está cansada para fazer as gravações e ensaios, mas mesmo assim se mantém firme. Isso só confirma o porquê ela fez e faz tanto sucesso. Mesmo estando cansada, ela vai lá e ensaia até ficar tudo conforme precisa ser apresentado.

3 – Sua relação com sua saúde

No último Rock in Rio, Lady Gaga estava confirmada até cancelar o show na última semana por conta das fortes dores que estava sentindo. Isso é um sintoma da fibromialgia, doença que causa fortes dores nos tecidos fibroso e muscular. No documentário é visível o quanto essas dores são fortes e o quanto é importante o acompanhamento de profissionais de saúde. Em uma das cenas, Gaga está deitada sentindo muitas dores, sendo que logo a noite ela teria uma apresentação para realizar.

4 – O estado psicológico

“… A fama não é tão memorável quanto dizem. Ela é solitária, isola e é um grande desafio psicológico porque a fama muda a maneira como você vê as pessoas.”
Essas são palavras de Lady Gaga em seu Instagram a respeito do documentário. E é visto que com a fama Gaga teve alguns ônus na questão psicológica, como a crise de pânico e depressão. Agora, ela tenta dar a volta por cima com a meditação, mas principalmente se reconhecendo. Por conta de sua carreira, ela adaptou seu cérebro a driblar a dor e o cansaço e tomar eles como impulsos a seguir em frente. O momento desse descoberta por Gaga é visto no documentário e é muito emocionante.

5 – A mulher sensível e empoderada

Com o documentário é possível ver esses dois contrastes em Gaga. A mulher sensível que quer amar alguém e que gosta de estar com a família e com amigos. E a mulher que sobe no palco e dá tudo de si, sendo ímpar na questão da qualidade vocal e performance.

Mas mais do que isso, temos a Lady Gaga que nos mostra que devemos aceitar como somos. Seja por discursos ou através de suas músicas. Além do mais, ela toca em outros temas como estupro (que sofreu quando tinha 19 anos), em “Til it happens to you”, e a auto-aceitação em “Born this way”.

Se você ainda não assistiu a esse documentário, vá agora mesmo no Netflix e assista.

Comentários