Esta foto é sua?

5 motivos para você querer escutar James Bay

Foi por acaso. E foi o acaso mais lindo e harmonioso da minha vida. Não sei vocês, mas eu tenho um vício desde meus treze anos: ficar procurando cantores novos para aumentar meu conhecimento musical – e para aumentar meus amores platônicos.

Um dia, perambulando pelo Spotify da vida (meu amor pelo Spotify é na mesma proporção do amor que sinto pela Netflix), encontrei James Bay e, confesso, foi difícil escutar apenas uma música. Mais uma vez foi amor à primeira ouvida.

James não me encantou apenas pela voz que tem, não gente, foi algo que não sei explicar. Eu apenas precisava ouvir, precisava deitar e colocar os pensamentos em ordem. Sabe quando você escuta uma música e dá aquele friozinho na barriga? Quando você se culpa por não ter encontrado antes? Foi isso que aconteceu. Eu me culpei por não ter escutado e me apaixonei a cada segundo pelas músicas dele.

Se você esbarrar com alguma música dele, eu provavelmente nem precisaria te convencer a ouvir, mas o cara ainda tá começando e, por aqui, não se fala muito dele. Inglesinho de cidade pequena, Bay (sou intima, ok?) saiu de Hitchin, Hertfordshire, e chamou a atenção com o EP “The Dark of the Morning”.

James Bay segue mais ou menos a mesma linha – só que com uma pegada mais pop – do John Mayer. Para você ter uma ideia, uma de suas influências musicais é James Taylor – e isso devia até contar como um (bom) motivo para você ouvir.

Por falar nisso, listei alguns para você se render ao cara:

1 – Contrato via Youtube

Acredite, ele conseguiu seu contrato com um vídeo no youtube. Vê se não era pra ser: deram a chance dele tocar só três músicas na Abbey Tavern (um pub galerinha, um pub!). Ele subiu no palco, tocou a primeira, e um rapaz começou a filmar a segunda. Por sorte, era um câmera profissional e o rapaz liberou a gravação no youtube. Alguns meses depois, uma gravadora de Nova York assistiu e foi atrás dele.

2 – Abriu ao shows dos Rolling Stones (tá bom pra você?)

Ele já abriu shows para muita gente. Nessa listinha singela, pode acrescentar Kodaline, Tom Odell, e Rolling Stones. Podia até parar por aqui, que pra abrir para os Rolling Stones precisa ser muito bom mesmo. Atualmente, o cantor está fazendo alguns shows de abertura da ‘1989 World Tour’ da Taylor Swift. Aliás, Taylor tem elogiado muito o rapaz.

3 – Simplicidade é o nome do negócio

Os clipes das músicas são simples. Violão e ele. Ou apenas ele, aquela pegada que dá uma melancolia tão gostosa. Os clipes são tão simples que chega a ser sensacional. Simplicidade meu bem.

4 – Lollapalooza 2016

Calma, o Line Up do Lolla ainda não saiu. Maaaas, o nome de Bay foi citado por fãs malucos que querem a atração aqui em nossa Terrinha. O que é bom, né gente? O moço fez um sucesso danado no Rock in Rio Las Vegas, porque não tocar no Lolla? Vamos subir a hashtag #jamesbayalaliquerteconhecer (???)

5 – Ele não é tímido e não tem vergonha de expor onde quer chegar

Em uma entrevista para o canal Channel 4, Bay disse o seguinte: “Eu tenho muita ambição, para ser honesto. Eu quero tocar meu som nas maiores arenas, com o maior número de pessoas e outras esperando do lado de fora para entrar! Eu decidi há um tempo que, se já que vou atrás disso, quero ir para o último degrau da escada. Qual é o ponto de terminar em terceiro quando você poderia levantar a taça no final? Acho que nunca vou conseguir uma oportunidade para fazer nada disso de novo. Perdi tempo precioso, então agora vou com tudo!”

Só vem Bay, abraça o mundo!

Agora, chega de enrolação! Abrace o James e deixe ele te abraçar.

Hold Back The River

Hold back the river so I can’t stop for a minute and be by your side”

Let it go

So come on let it go, just let it be. Why don’t you be you, and I’ll be me.”

Scars

But next time, there’s no doubt, cuz I can’t go without you, anymore”

When we were on fire

“Take, take me back to where it was before. When we were on fire, fire”

If I Ain’t Got You

Cover de Alicia Keys, que ficou lindo na voz dele:

“Some people want it all, but I don’t want nothing at all, If it ain’t you, baby”

Para acompanhar o James:

Facebook: https://www.facebook.com/jamesbaymusic

Twitter: https://twitter.com/JamesBayMusic

Site: http://www.jamesbay.com/

tumblr_nie65dq1CD1r1ekbqo1_r2_500 (1)

Comentários