Esta foto é sua?

7 motivos para tirar alguém do sério

Toda pessoa já deve ter se flagrado fazendo pequenas provocações estéreis só para tirar o outro do sério. Atribuo isso a várias causas emocionais que descreverei agora e que não são excludentes entre si:

1 – Inveja: a outra pessoa está calma e isso causa um desassossego inexplicável. Um tumulto passa por dentro e aí vem a vontade de tirar a paz do outro. Logo que isso é conseguido vem um sentimento estranho de satisfação e logicamente de culpa, afinal sentir certo gosto por tirar alguém do sério não é lá muito nobre. Se questionado sobre inveja a pessoa nem saberá identificar que é, tamanho o preconceito com esse sentimento.

2 – Tédio: tem gente que diminui o sentimento de pasmaceira cutucando espinha, roendo a unha, mudando de canal e outras que atormentam o outro. É quase um entretenimento ver a outra pessoa se alterar progressivamente e estourar.

3 – Raiva: nem todos sabem administrar suas expectativas sobre os outros e não entendem que a raiva é uma escolha e não um impulso irracional incontrolável. Diante de frustrações acumuladas e sem ter um alvo específico para descarregar a desilusão pegam a pessoa que está mais próxima para ter uma discussão e no final ver sua imaturidade desaguada e “pacificada”.

4 – Ciúme: tem gente que vê pelo em ovo e adora se sentir rejeitada ou excluida, então logo que pode ver um rival em potencial corre para reivindicar seu posto principal. A picuinha é o prato predileto do ciumento que gerencia suas inseguranças em cima dos outros.

5 – Inconsequência: sabe espírito-de-porco? É esse, que por pura infantilidade gosta de cutucar onça com vara curta e ver até onde vai o limite outro sem se preocupar com as consequências disso. Tem uma certa prepotência embutida na provocação.

6 – Angústia: como nem sempre sabem de onde vem suas aflições pessoais muitos criam problema com os outros para não ficarem mergulhados num mar de angústia. A raiva soa “melhor” do que o vazio em suas cabecinhas pouco filosóficas.

7- Vitimização: para esse existe certo deleite em no final sair chorando e dizendo que foi incompreendido por todos e vítima de implicância. É o tipo de pessoa que dá o chute debaixo da mesa e depois faz cara de sonso.

Seja lá o que te motiva a criar implicância com os outros é bom refletir sobre que sentimentos o impulsionam a tornar a vida das pessoas que ama mais “agitada”.

Comentários