8 cidades Esta foto é sua?

8 cenários de filme que deveriam estar no roteiro de todo viajante que ama cinema

1 – Maya Bay – Tailândia

Filme: “A praia”

Em Koh Phi Phi você encontra o cenário paradisíaco do filme “A praia” protagonizado por Leonardo DiCaprio. Claro que o lugar não possui o exclusivismo do filme, ao contrário, é extremamente turístico, e lotado. Dentro do script local acontecem festas noturnas, cheias de círculos de fogo e celebrações etílicas. Embora o sudeste asiático seja conhecido pelos preços ridículos, nesse pico, o preço tem mais pitadas de sódio que o comum.

maya-bay-beach-thailand

Maya Bay – Tailândia

2 – Lake Tahoe – Califórnia

Filme: “Cidade dos anjos”

A Califórnia costuma servir de cenário para boa parte das produções norte-americanas. O Lake Tahoe embalou a história espiritualista entre Maggie e o anjo Seth em “Cidade dos anjos”. No inverno, o local é muito visitado para a prática de esqui na estação Heavenly. O lago congela e rende clicks inacreditáveis. Essa região é considerada a Bariloche da Califórnia. No Sul acontece o fervo, já ao Norte a calmaria atrai os que curtem ficar suave na nave. Quando estiver por lá, não se esqueça de colocar “Iris” do Goo goo Dols no Ipod, olhando a paisagem incrementada por pinheiros. “You’re the closest to heaven that I’ll ever be.”

Lake_Tahoe_California_Nevada

Lake Tahoe – Califórnia

3 – Montmartre – Paris

Filme: “O fabuloso destino de Amelie Poulain”

Se você nunca ouviu falar desse bairro, não vacile, primeiro assista ao filme e depois inclua no seu roteiro um dia delicioso por ele. Não sei dizer qual a mágica que reside ali, mas ela existe, é um sonho que começa na estação Blanche do metrô e posteriormente por uma subida via funicular. O roteiro “Amelie” inclui lojas fofas, criativas, os moradores do bairro são caricatos, possuem um frescor no olhar e parecem saídos de alguma obra pitoresca de ficção. E, claro você pode pedir o Creme Brulê no café onde a personagem trabalhava, o “De Deux Moulins”, que é um hub turístico do bairro e atrai diariamente um exército de fãs poulanescos. É possível também conhecer a igrejinha do casamento, a simpática Sacré-Coeur.

Travel-Exploring-Paris-Montmartre-creperie-le-tire-bouchon

Montmartre – Paris

4 – Oahu – Havaí

Filme: Jurassic park

Visitar o Havaí vai muito, mas muito além das ondas exuberantes de North shore ou o ula-ula insular. Além do seriado “Lost” e “Como se fosse a primeira vez”, alguns filmes foram rodados na ilha mais movimentada do estado norte-americano. “Jurassic Park” de Steven Spielberg possui convênio vitalício com o Havaí. Na ilha, são vendidos alguns tours de carro pelos cenários de diversos blockbusters do mundo pipoca. Eu estive no campo em que acontece a cena do primeiro filme em que o T-Rex corre faminto atrás de um grupo de Gallimimus. Ali, existe até uma plaquinha com o símbolo do filme demarcando o exato local em que as duas crianças e o Dr Alan Grant se escondem do perigo.

73195_Papel-de-Parede-Oahu-Havai--73195_1600x1200

Oahu – Havaí

5 – Parc Guell – Barcelona

Filme: Vicky Cristina Barcelona

Woody Allen vira e mexe faz filmes postais. Roda suas obras em cidades turísticas  promovendo uma divulgação informal em troca de cenários. Em “Vicky”, acompanhamos duas amigas em férias: Vicky é mais centrada, sensata e pé no chão, já Cristina é mais passional, de gênio ariano, obstinada pelos próprios desejos. Ambas se interessam por Juan António, que tem uma separação mal resolvida com a sua ex. Barcelona acaba servindo de cenário para as reviravoltas ardidas e cômicas desse quadrado do amor. O plano de fundo parece enfeitado pelos ladrilhos decorativos de Gaudi, como na cena que acontece no Parc Guell. Talvez o parque mais lindo que já fui na vida – feito  para uma tarde de romance, com beijos demorados e promessas cheirosas.

Park-Güell-Barcelona-Spain_6

Parc Guell – Barcelona

6 – Shibuya e Shinjuku – Toquio

Filme: Encontros e desencontros

Tóquio parece uma cidade que se oxigena através da multidão, misturada às suas luzes tecnológicas e a sua jardinagem cuidadosa. Em “Encontros e desencontros” há um claro encontro de gerações com uma intersecção em comum: a solidão. Se você quiser provar da melancolia vivida pelos personagens, pode, por exemplo, se hospedar num dos quartos do Hotel Park Hyatt localizado no bairro comercial de Shinjuku, onde fica a estação de trem mais muvucada do planeta – que também foi usada no filme “Sempre ao seu lado”. Já o bairro de Shinjuku abriga os karaokês e as noitadas bohemias de Charlotte e Bob, os protagonistas da obra de Sofia Copolla.

S

Shibuya e Shinjuku – Toquio

7 – Forks – Washington

Filme: Crepúsculo

A saga vampiresca teen foi gravada em uma pequena cidade do estado de Washington que conta com pouco mais de 3 mil habitantes. Em Forks, você encontra diversos cenários como a casa de Bella ou a escola onde todos estudam. O clima invernal combina com a palidez dos personagens, a cidade é chuvosa e hoje em dia vive cheia de turistas atraídos pelo filme. As cenas em que Bella e Edward voam por cima de cordilheiras e florestas acontecem na Floresta Hoh Rain. A praia que serve de locação para diversos encontros, ainda conserva o tronco branco onde aconteciam alguns diálogos entre Bella e Jacob, e chama-se La Push.

Forks_WA_Hoh_National_Forest_Trail

Forks – Washington

8 – Wellington – Nova Zelândia (North island)

Filme: Avatar

Não é novidade que a Nova Zelândia é um doas destinos prediletos para filmes aventurescos. As crônicas de Nárnia, Senhor dos Anéis e também Avatar usaram a magia e a paisagem inacreditáveis do território Kiwi como cenário. Foi divulgado recentemente que a cidade de Wellington continua servindo de espaço físico para os habitantes do planeta Pandora nos dois filmes que completam a trilogia de James Cameron. Wellington é a capital da Nova Zelândia, fica ao sul da Ilha Norte e representa um importante polo cinematográfico no país. A cidade possui grandes ventanias (originadas do estreito de cook) e instabilidade tectônica, obrigando a população a morar nas colinas.

New-Zealand-North-Island-Wellington-district-Mt-Ngauruhoe-snow-capped-peak-2-MB

Wellington – Nova Zelândia

Comentários