Esta foto é sua?

8 perguntas sobre A Bela e a Fera que esperamos que sejam respondidas no filme

Apesar de amar “A Pequena Sereia”, “A Bela e a Fera” também foi um dos desenhos que não saía da programação da tarde (ah, os velhos tempos…). Bela amava livros e, o principal, se apaixonou por Fera independente de sua aparência.

Algumas coisas, no entanto, não ficaram tão bem explicadas. E essas dúvidas se estenderam por anos, até sabermos sobre o filme com a Emma Watson, que estreia no dia 16 de março. Será que elas receberão uma resposta? Ou será que você já tem uma teoria sobre o assunto?

Então me ajuda e vê se você sabe a resposta para algum desses oito questionamentos:

1 – Primeiramente, quantos anos tem o príncipe?

Quer dizer, vocês já pararam pra pensar nisso? Porque no começo, a gente ouve sobre a maldição e aprende que ela 1 – vai durar por 21 anos ou 2 – acaba quando o príncipe completar 21. Mais para frente, o Lumiere diz que estão há dez anos daquele jeito.

Se for a segunda opção, o príncipe teria onze anos quando a pedinte bateu na porta do castelo – no meio da noite, vale lembrar. Olha, não é por nada, mas nem eu atenderia a porta, imagina uma criança de onze anos rs.

E mesmo se for a primeira opção…

2 – …Onde foi parar a família da Fera?

Poxa, ele passou dez anos lá! Cadê a rainha, o rei..? Mesmo se ele for órfão, não teria… Sei lá, um parente distante ou alguém que visitasse de tempos em tempos?

3 – E por que a maldição se estendeu para toda a criadagem?

Uma coisa é você querer passar uma lição no príncipe, outra é fazer com que todas as pessoas que trabalhavam ali – e que, por sinal, não tinham nada a ver com a história – pagassem pelo erro alheio. Será que todas essas primeiras dúvidas estão relacionadas e a Fera não tem mesmo ninguém, por isso precisaria da ajuda deles?

4 – Como ninguém sabe sobre o castelo e a maldição?

Na verdade, o castelo nem aparece no mapa do pai da Bela. Isso a gente até perdoa, mas imagina que você mora em uma cidade pequena e logo ali do lado tem um castelo com um príncipe amaldiçoado. Tenho quase certeza que a fofoca rolaria solta, mas ninguém parece ter conhecimento sobre a Fera ou os criados que moram ali. Misteriosamente, o Gaston sabe direitinho o caminho para o castelo… Mesmo sem mapa. Ué?

5 – Por que a Fera é chamada de Fera? E qual o nome dele, afinal?

Desde o começo, ficamos sabendo que a Fera não era um príncipe lá muito bom com seus criados. Depois da transformação, então, ele fica mais amargo… Não sei vocês, mas eu não teria a manha de chamá-lo de Fera, muito menos na cara dele. E qual o nome do príncipe, alguém sabe?

6 – O que acontece se você tocar a rosa?

A única coisa que ficou clara é que não se pode encostar na rosa. Mas o que aconteceria se a Bela tocasse? Será que o feitiço se tornaria permanente ou aceleraria o processo?

7 – E como fica aquela teoria sobre a síndrome de Estocolmo da Bela?

Claro que quando eu era criança não pensava “nossa, mas será que a Bela sofreu com síndrome de Estocolmo?”, por motivos óbvios rs. Mas, um tempo depois, sim – principalmente quando fui pra faculdade e tive psicologia em um dos semestres. Acreditem: Chapeuzinho Vermelho nunca mais foi a mesma coisa.

Eu ainda prefiro acreditar na versão romantizada e no amor verdadeiro. E o que sei da adaptação para filme é que a Emma Watson já adiantou que essa é uma das questões que eles vão deixar bem claras – até porque a Bela do filme vai ser muito mais empoderada que a do desenho. Em vez de ajudante, por exemplo, ela vai ser inventora.

8 – Por fim, como que ela não reconheceu a Fera quando ele volta a ser humano?

Tudo bem que a aparência é mesmo bem diferente, mas você viu o cara sofrer a transformação, Bela! Ou será que foi mais como um lapso do tipo “será que eu gosto dele mesmo com essa aparência nova e melhorada?”? Para quem não lembra, no final, ela tem um leve delay para relacionar a pessoa ao nome quando ele acorda em sua versão humana.

E vocês, ficaram com mais alguma dúvida enquanto assistiam? Contem mais!

Comentários