Esta foto é sua?

A dedicação é o principal ingrediente do amor

Conheci Maria no fim de uma terça-feira, quase noite. Ela me disse que a sua vida mudou quando encontrou Paulo; e olha que haviam se conhecido há apenas dois meses. Maria também me disse que conhecê-lo foi a coisa mais importante que aconteceu nos últimos anos. E que no dia seguinte, na quarta, era dia de se encontrarem. Isso também se repetia às sextas e domingos. Paulo trabalha em regime de escalas, e Maria escala o mundo se for preciso, só para encontrá-lo.

Paulo já é um velho conhecido, e sei que ele ainda não sabe muito sobre Maria, apesar de gostar muito dela. Ele não sabe que ela sai da faculdade mais cedo, só para tentar comprar o bolo de pote que ele mais gosta e levar de surpresa. Maria também não imagina que, no dia de se encontrarem, Paulo antecipa a sua saída do trabalho, só para tentar esperá-la em casa – de banho tomado e com a sua comida preferida sobre a mesa.

Maria sempre diz a Paulo que pega somente um ônibus para chegar até a casa dele. Mas a verdade é que são três – e mais um punhado de chão, a pé. Paulo sempre diz a Maria que tudo foi tranquilo no trabalho. Mas não conta que tem ido trabalhar a pé desde que a conheceu, só para tentar economizar um a mais para a viagem que querem fazer.

Maria e Paulo tinham tudo para se cansarem desta relação. Mas eles a fazem parecer fácil demais. Se viram um pelo outro – em silêncio. Se desdobram, se ajudam e se completam; mesmo sabendo tão pouco sobre o que vem pela frente.

No fim daquela terça-feira, eu não conheci somente Maria, eu também descobri que a dedicação é o ingrediente principal do amor.

Comentários