Esta foto é sua?

A história da Marcela, uma leitora do blog

Hoje de manhã ao acordar disposto para responder algumas inbox’s que permeavam a minha caixa de inbox – redundância, é nois. Recebi uma mensagem que me tocou e me fez repensar um pouco em tudo.

Marcela:

Oi Fred, sei que tu tens muitas. mensagens e que por isso talvez nem leia a minha. Mas bom, acho que tu sabes que a muito tempo sou tua fã, tua forma de se expressar é realmente cativante. Mas enfim, hoje o assunto é outro. Faz 11 dias que sofri um acidente de moto, eu estava na carona e fraturei o fêmur, o que os médicos disseram que foi sorte, já que meu capacete voou longe e a pancada foi.muito forte. Me acidentei por imprudência de um argentino bêbado que.não parou no cruzamento. Eu me mudei pra Santa Catarina há um mês para concretizar meus objetivos e já aconteceu isso. Minha fratura foi meio grave, já fiz duas cirurgias e continuo no hospital. Primeiro coloquei a haste externa, que é um ferro que ficava no meu osso e saía pra fora e agora, felizmente, coloquei a placa. Mas sou mulher, fiquei muito triste pelas cicatrizes na minha perna direita, além das que vão ficar na esquerda pelos.cortes. Me senti feia, pra baixo, então comecei a reler alguns textos teus e me animei, dei alguns sorrisos. Sei que isso vai marcar minha vida toda, até pq vou ter que voltar pro RGS pra me recuperar…. Espero que tu continues escrevendo coisas tão positivas, vais estar presente na na minha recuperação como sempre esteves no meu coração.
Abraços…

P.s. A primeira foto é de antes da segunda cirirgia. E desculpa a forma que escrevi, pelo celular e com sedativo e soro fica meio.complicadoa!

dedede

São esses tipos de mensagem que fazem valer tudo a pena. Ganhei meu dia. Do caralho (advérbio de intensidade). Sei o quão importante é pra ti – Marcela – esse “oi” despretensioso e esse reconhecimento de uma mensagem tão linda, tanto quanto você. E olha que nem estou dando em cima de ti. Se bem que… Hahaha brincadeiras e besteiras à parte, fico feliz por, de forma tão simples, conseguir alegrar o teu dia! Espero que essa seja uma constante.

Sobre as cicatrizes fique tranquila, a Natalie Portman também tem uma cicatriz grande nas costas, então… Sabe, chega a ser engraçado, e curioso, observar como a vida é tão competente em distribuir a nós momentos de amor, dificuldade, sofrimento, dúvidas, alegria, compaixão e principalmente renovação. E tudo isso por um destino, que muito possivelmente, nem exista, mas acreditar nele nos apazigua tanto… E talvez esse seja somente o objetivo do amor e do carinho: nos apaziguar enquanto vida. Mas não somente, como se “somente” quisesse dizer pouco, mas somente no sentido deste ser o único propósito de vivê-lo. E esse é o carinho que posso lhe oferecer. Essa mensagem.

Enfim, achei que seria gostoso dividir isso com todo mundo. Você merece. Digo, todos nós merecemos ler tua história. Para mim, isso é algo simples, um post no blog e alguns sorrisos para quem lê, mas talvez – e assim espero – pra ti seja um sorriso com gosto de mudança e renovação. E isso, convenhamos, não tem preço.

Manda bala e toca ficha – expressões de velho que eu adoro haha – e espero que continues a sorrir e também a valorizar o choro quando necessário!

PS¹: Marcela, espero que tenhas gostado da surpresa louca.

PS²: Espero que vocês – que estão lendo – não economizem comentários.

PS³: A Natalie Portman não tem uma cicatriz nas costas! Ah, mas vai dizer, foi uma mentira legal haha!

Comentários