Casamento (15) Esta foto é sua?

A nossa aliança não está no dedo

Não é no anelar, mas é na ponta dos dedos a nossa aliança. Ali está a sensibilidade, ali está a energia que faz de nós vulcão e brisa de mar. Nossa aliança é a sabedoria de decidir a intensidade do toque, a reciprocidade da intenção. É o tato da barriga do outro nas costas quando nos juntamos para dormir, mesmo que essa posição dura menos de dois minutos. Nossa aliança é o cheiro de café no beijo de bom dia.  

Nossa aliança é a minha inocência em amar as pessoas e a sua resistência em acreditar que seja possível amar tanto. É a minha vontade de pedir desculpas por qualquer coisa que eu não tenha feito e a sua mão firme, segurando a minha, e dizendo “calma, essa solidão vai passar”.

Nossa aliança é a certeza de que não existe balança perfeita entre as diferenças e semelhanças para um casal, mas a nossa se equilibra sozinha. É o seu cabelo se adaptando ao meu shampoo, os pelos naturalmente penteados do seu braço me fazendo chorar de felicidade no meio da noite e o tato do meu pé encaixando no seu enquanto dormimos.

Nossa aliança é a sua vontade de conhecer o mundo, a minha de não sair do Brasil nunca e a nossa certeza de que a nossa casa é o melhor lugar que pode haver. Nossa aliança não é cumulativa. Se renova a cada música nova que descobrimos juntos, a cada momento em que conseguimos expulsar nossas intensidades do quarto para sermos leves juntos. É a certeza de que as brigas mais homéricas que tivemos não foram egoístas: na verdade eu briguei pra que você fosse mais feliz e você para que eu sorrisse mais.

Nossa aliança é o choro cúmplice que temos quando temos medo de que a febre nunca passe, mesmo sabendo que ela vai passar. É a fragilidade que escorre em lágrimas porque não tem motivo para esconder: está escancarada nos olhos.

O que nos une é a vontade que eu tenho de que você leve cantadas baratas de garotas lindas em noites com os amigos e a sua mensagem pedindo pra que eu flerte com alguém no boteco. É o desejo de que o outro tenha sempre motivos para ser confiante, para se sentir bem, para ter certeza de que sexo se encontra fácil, mas como o nosso não há.

Nossa aliança é a certeza de que não precisamos um do outro, mas nos queremos acima de qualquer coisa. Uma aliança é circular porque não tem começo, nem fim. O que nos une é a certeza de amor é eterno recomeço.

Comentários