Esta foto é sua?

Agora é tarde demais para me ligar

A primeira coisa que pensei foi que tivesse acontecido alguma merda. Que ele estivesse em algum hospital, preso ou qualquer coisa assim. Não, fui ingênua o suficiente pra deixar que a adrenalina percorresse meu corpo e ignorar alguns sinais de que aquilo era uma ligação de saudade. Perguntei aquele “o que houve, o que aconteceu? Deu Merda?”.

Nada tinha acontecido. Ou, como ele quis dizer, tinha batido uma puta saudade de mim e ele tinha resolvido me ligar. É, às quatro da manhã de uma terça-feira. Com o agravante de ser seis meses depois de ter me largado e dois meses após assumir um relacionamento novo. Namoro que, não foi rogando praga, eu já sabia que não daria certo.

Lógico que eu sabia em que pé estava a vida dele. Ex que é ex vai atrás pra saber se o cara ainda faz as mesmas merdas. Mesmo aquelas que falam “não quero mais saber” ficam olhando de longe, só pra ver se essa coisa de Karma é verdade e as besteiras feitas durante a relação voltam de alguma forma pra baterem na cara dele.

Acho que essa ligação era o tal do Karma agindo.

“Foi você quem quis terminar, por que me procurar agora? Cadê a tua namorada? Cara, que papel horrível esse que você tá fazendo… Você tem certeza que pensou antes de me ligar? Eu esperei muito tempo você vir atrás, mas o que você quer comigo agora? A tua vida não andou? Não foi você quem fez questão de deixar claro que tinha me colocado pra trás?” Essas foram apenas algumas perguntas que a minha metralhadora disparou.

Fiquei sem resposta para todas as dúvidas surgidas ali. Ele só repetia que estava arrependido e que queria voltar. Bem feito, eu disse. Talvez quebrar a cara seja uma das maiores lições que podemos ter. Aprendemos a não brincar com os outros e ver que todas as nossas escolhas tem consequências. Ele me deixar também teve. Eu tinha certeza de que não queria voltar. Nunca mais.

Ainda assim, ouvi um pouco do que ele tinha pra dizer com um misto de raiva e pena. Eu nunca quis vê-lo sofrer. Ele foi meu grande amor, mas tinha optado por virar ex. E não importa tudo que aconteceu de bom. Eu sumi do radar dele, e pretendia continuar assim. Por mais que soasse como vingança, a vida se encarregou de refazer esse encontro.

Pedi desculpas e desliguei o telefone.
Já era tarde demais pra ele me ligar.

Comentários