Esta foto é sua?

Amor é sintonia

Não adianta você insistir em dizer para alguém “mergulha” e continuar explicando a necessidade de não viver algo raso se, na verdade, tudo o que a outra pessoa quer é encontrar quem a faça voar bem alto. Pode até ser que as duas situações soem parecidas no quesito coragem, mas são muito diferentes em relação ao sentido. E essa é melhor forma de dizer que existem sentimentos que experimentam a recíproca, só que não dão certo por conta da perspectiva diferente que os dois tem de um relacionamento.

Existe quem queira se prender por inteiro. Quem dê satisfações sem nem ao menos ser perguntado. Quem faça de tudo para estar perto de quem gosta e, inclusive, quem adie compromissos para não deixar de aproveitar aquele dia com seu amor. Por outro lado, há quem faça tudo isso ao contrário. Há quem não desfaça um plano ou desvie um centímetro da rota pré estabelecida. Te garanto que não é por gostar menos ou não. E quem vai dizer que duas pessoas assim não podem se gostar? A ideia de que é preciso encontrar quem pense de uma determinada forma é furada porque, já se sabe, nunca sabemos de quem iremos gostar.

Aí, é fácil perceber que sempre nos apaixonamos por alguém que nem em sonho imaginaríamos. Aquela pessoa que nenhum amigo consegue achar normal termos ao lado. Aceite, a vida tem dessas coisas. E o que tento cruamente expor aqui é que apenas topar com quem goste da gente de volta não é o suficiente. Não se pode obrigar a viver o “quem quer dá um jeito” por capricho. Muito menos impor algo alegando ser amor. Sou a favor, sim, de irmos até as últimas consequências pelas possibilidades de sermos felizes, mas preciso também te dar uma dose de realidade e tentar mostrar que não existe receita de bolo.

Não, não são os opostos que se atraem – nem os dispostos.

Atração por atração todo ímã barato tem por qualquer porta de geladeira. Amor é bem mais que isso. É uma conexão mental que só me faz ter uma certeza: é uma coisa divina. É algo que não consegue ser explicado. É bem mais que saber que se gosta e é gostado de volta, mas ter as mãos dadas e os passos em caminhada para uma mesma direção. Mesmo que inicialmente pareça impossível, descobre-se que é preciso praticar isso para manter-se vivo no sentimento.

É, por fim, conseguir entender que optar por mergulhar bem fundo ou voar muito alto é muito diferente. Sim, é. E ter a certeza de que todo casal pode guardar as maiores diferenças possíveis, mas que se enxergar o amor na mesma perspectiva está tudo certo. Amor é sintonia.

Comentários