Parabém pra você, meu bem!

Eu adoro palavras. Gosto da instrumentalidade delas. Gosto das significâncias, dos poderes, das entrelinhas e “entreletras”. Puno-me, religiosamente culpada, quando as utilizo em vão. […]

Ela é diferente cara

Esquece aquele discursinho que você decorou na adolescência pra conquistar as garotas da sua sala, ela não vai cair na sua lábia de conquistador […]