Comigo pode ser diferente Esta foto é sua?

Comigo pode ser diferente

Eu posso ser a sua resposta desejada. O dinheiro esquecido no bolso da carteira. O semáforo verde. A vaga perfeita. O ponto certo do arroz. A aprovação por e-mail. O elogio de terceiros. O fungado de um bebê cachorro. A estreia do cinema. O show confirmado e o ingresso comprado. Posso ser o cabelo acordando feliz. Posso ser a paz com a balança. Posso ser a promoção da loja. O novo episódio do seriado. O aviso de férias. A viagem marcada. O fim das parcelas. Posso ser a energia que te faltava. Posso ser a opinião que te equilibra.

Eu posso ser o refrão da sua risada. Posso ser tudo de bom nessa vida pra você porque comigo pode ser diferente.

E como você pode ter certeza do contrário?

Os pés na bunda que levou não podem comprometer a mão que tento te estender. Comigo pode ser diferente. Posso eu ser a prova de que você estava errada em pensar que ninguém prestava. Vai saber?

Eu posso ser o fim da sua tristeza.

Entre tantos desgraçados dias relendo mensagens que nunca conseguiu deletar, eu posso ser a notificação pra te lembrar da saudade de você. Nenhuma tristeza é invencível. Nenhuma dor é infinita. Talvez sim, vai saber, talvez sim tenha chegado a sua hora de viver uma nova parte boa da vida. Talvez seja eu quem você tanto esperava. Talvez seja eu quem não vai ser o primeiro a te julgar mas vai ser o primeiro a ficar do seu lado. Talvez seja eu quem vai te apresentar novos motivos pra ser feliz – ou quem vai te recuperar os velhos. E não é que eu seja perfeito ou que eu saiba a receita de como ser feliz, é que simplesmente comigo pode ser diferente. Eu posso ser o “e se”?

Eu também já quis morrer por alguém.

Também levei quase a vida inteira para cicatrizar a dor que me sangrava. Também demorei pra deixar de seguir nas redes sociais – e mesmo depois de ter deixado, visitava pra investigar e me matar por dentro -, também demorei pra guardar os presentes que ganhei, também levei muito tempo para não me importar tanto quando sentia, no metrô, aquele perfurme de novo, eu também já vivi tudo o que você viveu. E todo mundo vive o que a gente vive. A dor não é um negócio que se encomenda do jeito que a gente quer, é um negócio que nasce na gente do jeito que tem que nascer. E por isso também é um negócio que morre pra desocupar o espaço pro amor ser ainda maior. A sua dor já foi a pior do mundo por um segundo. E a minha também!

Você não precisa ter a obrigação de me aceitar.

Não precisa retribuir o que te digo, não precisa me escolher pra ficar com você e nem sequer precisa ser fofa por compaixão, mas você pode considerar isso tudo que estou te dizendo. Você pode imaginar que comigo pode ser diferente. E sei que no fundo talvez eu não seja do tipo que você gosta, também não me acho nenhum astro de novela, mas eu sei gostar, gosto de gostar e gostaria de gostar de você. Na verdade, só pra você saber: já estou gostando sem perceber!

Comigo pode ser diferente. Sério, comigo pode ser diferente.

Eu não posso te garantir nada, mas posso lutar por tudo pra te fazer feliz.
Não quero assumir o peso de ser quem vai curar suas decepções, mas o meu prazer vai ser te mostrar que toda decepção tem seu fim, pela minha alegria em poder fazer com você o que gostaria que fizessem por mim.

Comigo pode ser diferente. Se você deixar que a sua vida seja diferente. Se você tentar me ver como alguém diferente.

Comentários