10480154_728213980560941_5837294991647373883_n Esta foto é sua?

Conversando sobre o blog: Eu amo a nossa liberdade!

Faaaaaaala galera, tudo bem? Como vocês estão? Então, hoje, vamos conversar… Assim, um papo cheio de “ois” e “tchanãnãs”! Coisa simples. Coisa nossa. Coisa rápida. Pois, hoje, lendo alguns comentários na página do blog – bons e ruins –, fiquei pensativo e resolvi dividir algumas coisas com vocês.

Eu sei que muita gente lê o blog em forma de paisagismo. Digamos, a pessoa vê algum texto que viralizou por aí em alguma rede social, lê por cima, acha bonito e pronto. Ela até compartilha, mas talvez nem saiba quem escreveu, como o blog funciona e o que há por trás de tudo. Ela só acha que é um blog de textos bonitos e só. Como vários outros que existem por aí.

Mas há quem acompanhe o blog com carinho e afinco. E vou confessar para vocês: o que me faz ter felicidade em estar aqui todo dia, é saber que esse é o nosso cantinho. Eu fico muito alegre quando fazemos posts simples, nossos do dia a dia, e vejo essa chuva de comentários e interação. Pessoas que realmente entram no blog para ler o que há de novo, independente do assunto, e não somente deixam “pingar” algum post na timeline do Facebook, fazem tudo isso valer a pena. Mesmo.

Todas têm o seu valor, claro, mas admito que quando descubro que alguém sabe o que significa “#ahamyeahaham”, lembra da época do “Nossa que delícia, velho…”, sabe quem é a Menina, lê os Terças com Fred, sente saudade dos vídeos, espera por posts diferentes e interativos… Essa pessoa ganha um espaço especial aqui dentro.

Eu fico muito, muito feliz, por ter essa liberdade de falar sobre qualquer coisa que eu quiser, seja do universo à jabuticaba, sobre a Menina ou Nhá benta e, mesmo assim, ter o apoio de vocês. Como eu já disse esses dias, é muito fácil escrever textos de amores, listas e conseguir não sei quantos likes. Difícil é ser fidedigno a realidade, cuidar com as inverdades, manter a confiança do público e aumentá-lo, mas sem perder a essência de sempre. Esse é o segredo: a essência. Hoje vejo vários blogs que apelam nas chamadas e no conteúdo e esquecem do entrelaçar dos leitores. Isso aqui, eu e você conversando, é o que torna isso tudo tão gostoso. O intuito, e diferencial, de um blog é esse: cativar.

Espero que continuemos sempre assim e que a cada besteira a gente se junte mais e mais, pois, a essência é o que faz o blog ser o que é. Obviamente o conteúdo tem de ser bom, mas isso é o básico, é como um cantor ser afinado, o diferencial é o carinho, a interação, a diversão… E, como eu disse, aqui é o nosso cantinho e nele temos toda liberdade do mundo ;)

E por fim queria dizer algo muito (mesmo) importante: Acreditem, os comentários de vocês é o que dá vida aos posts.

Um beijo, com respeito, na nuca, Fred.

Comentários