Matheus Rocha por Matheus Rocha

Dentro do meu peito existe a solução para todos os meus problemas

Nos últimos dias, enfrentei diversas faces do mesmo eu. Estive feliz, triste, entediado, gritando, pedindo silêncio, querendo partir para a briga e, também, inevitavelmente, apaziguando os ânimos. Depois de tantos tropeços e destemperos, resolvi que é hora de parar. Parar de correr tanto. Parar de me preocupar tanto. Parar de tentar ter tudo sob controle.

Percebi que era hora de dar um basta nessa necessidade louca de ser a mão que movimenta o ventríloquo quando me dei conta de que ao fim do dia, ao deitar a cabeça no travesseiro, bem ali no silêncio do quarto, cai a ficha de que não controlei nada nas últimas vinte e infinitas quatro horas. Nem os meus impulsos. Nem as minhas vontades. Só me desgastei. Só me irritei. Só trouxe mais pesos desnecessários aos meus já fartos ombros.

Agora, diante da ansiedade que se instaurou no meu dia, diante da agonia de não dar conta de todas as tarefas, diante do medo de não agradar ou não conseguir me tornar tudo aquilo que sonhei para mim, me vejo como alguém que não tem mais presente. Hoje, sou um cara que se lembra do passado e tem os dois pés fincados no futuro. No que ainda não aconteceu, no que sequer pode nem acontecer. No que eu tento controlar para que vire realidade.

Como o primeiro passo para a cura é se reconhecer doente, percebi que passei do limite aceitável de ansiedade, cruzei a faixa, mas agora estou diminuindo o ritmo. Poderia colocar a culpa na agitação dos dias, na quantidade de responsabilidades que assumi, mas cansei de arranjar desculpas para justificar os meus erros.

É dentro do meu peito que nascem as angustias. É dentro do meu peito que mora a felicidade. Então, antes de apontar qualquer defeito alheio, preciso cuidar de mim. De quem eu sou. E só existe um jeito para conseguir isso – separando uma parte das minhas horas para me escutar. Para conversar comigo. Para realizar as minhas vontades. Só eu, o cara que mora dentro de mim e o silêncio do quarto.

chat_bubble Leia ϟ comentários

ϟ Comentários

arrow_back Voltar chat_bubble Comentar