Enquanto eu espero você chegar Esta foto é sua?

Enquanto eu espero você chegar

Prezado Amor da Minha Vida,

Gostaria de informar que eu estou esperando você chegar. Estou esperando ansiosamente. Eu estou perita em esperar. Já coei café, aguei o feijão e assei pão de queijo para caso você seja um mineirinho dus bão. Já fiz unha, cabelo e depilação mesmo sabendo que sendo o amor da minha vida, você não vai se importar com todo esse padrão. Aprendi inglês para caso você não fale português. Gelei o mate para a eventualidade de arrastar o carioquês. Comprei a erva para o seu chimarrão e um pouco de farofa para acompanhar o baião.

Sabe como é, Meu Amor: eu cresci lendo contos de Grimm. Aprendi que se você não chegou é porque ainda não é o fim.  Sei que uma hora você chega. Ai de você se não chegar. Já alerto de antemão que eu calço 36 e prefiro sapatos abertos no calcanhar. Não sou Griselda nem Anastacia para você me descalçar.

Antes de cavalgar em minha direção, só peço que leia com atenção a essas coisinhas que eu achei melhor aclarar: enquanto você não chegava, decidi estudar e trabalhar. Virei redatora. Tenho um emprego bem bacana. Não ganho muito mas já consegui dar entrada numa carruagem para nós. Também estou pensando em alugar um apê. Não que eu faça planos sem você. É que sabe como é: vida de princesa independente é mais gostosa de viver.

Acho de bom tom avisar que nesse meio tempo eu vivi algumas paixões. Conheci homens incríveis. De cheiros inesquecíveis. Corpos indescritíveis. Personalidades ininteligíveis. Mas nenhum deles se compara a você. Você sabe: amor é um só.

Beijei muitas bocas, Meu Amor. Muitas mesmo. Acho até que peguei sapinho. Mas isso não importa porque quando você chegar ele vira príncipe.

Também é bom que você saiba que eu tenho ótimas amigas. Enquanto você não chega, elas vêm aqui em casa nas noites chuvosas de verão e nós assistimos a seriados, enchemos a cara de vinho branco, falamos muita baixaria e dançamos funk sujo até o chão. Nós viajamos juntas frequentemente. Conheci lugares incríveis ao lado delas. Andamos de helicóptero, bote, bicicleta, patins e avião. Pretendo repetir todos esses passeios com você. Mas caso você não queira, são experiências que eu não poderia deixar de viver.  

Minha família também é muito importante para mim. Aos domingos nós nos reunimos para almoçar e falar mal da vida alheia. Trocamos carinhos desajeitados e perdemo-nos em devaneios mal ajambrados. Ao lado deles eu experimento a plenitude e espero genuinamente que haja lugar na mesa quando você chegar para que você também possa usufruir desse amor que me dá forças para continuar.

Só quero dizer que eu continuo te esperando, Meu Amor. Continuo lendo meus livros, vendo meus filmes, bebendo minha cervejinha às quintas, beijando bocas desconhecidas e estudando antropologia. Eu continuo ouvindo samba, reunindo os amigos, fazendo churrasco, indo à praia e viajando sozinha. Continuo construindo minha independência, vivendo crises de consciência, rezando muito mas sem medir cada consequência. A vida vai bem, Meu Amor. Eu sei que cedo ou tarde você deve chegar. Só escrevi essa carta mesmo para dizer que você não precisa se apressar. 

Comentários