Esta foto é sua?

Esteja preparado para mudar os planos

Eu estava aqui passando um domingo preguiçoso dentro de casa enquanto lia as notícias sobre a greve dos caminhoneiros quando de repente uma postagem no Instagram me chamou atenção.

A postagem era sobre uma decoradora de casamentos que devido aos bloqueios nas estradas não conseguiu fazer com que os materiais do evento chegassem ao local da festa, que estava sendo planejada há mais de um ano pelos noivos.

Os noivos haviam escolhido e pago por flores de determinados tipos e cores, materiais específicos, móveis, comidas e bebidas segundo os sonhos deles e, de repente, tiveram que se deparar com a notícia de que nada chegaria ao local da festa no dia do casamento.

Confesso que quando eu li aquilo, fiquei imaginando o desapontamento dos noivos e o desespero da decoradora da festa, que, segundo o meu pensamento mais óbvio, deveria sugerir o adiamento da festa. O que eu não esperava, enquanto lia aquilo, é que ela teria tomado atitude muito mais acertada do que essa: unir esforços com auxiliares, amigos e parentes dos noivos e colher flores da floresta próxima ao local da festa, pedir materiais emprestados, fazer arranjos de cabelo com flores colhidas na hora e decorar o local da cerimônia com plantas da região… Tudo ficou lindo e tomou um significado de amor, solidariedade e união tão impactante que eu não consigo imaginar que uma festa em que tudo saísse conforme o planejado pudesse ter sido mais emocionante e significativa.

Li aquilo e fiquei pensando no quanto esse jogo de cintura faz diferença na vida. Fiquei pensando no quanto a gente precisa entender que muitas vezes as coisas não vão acontecer como planejamos e que isso pode ser muito positivo. Que os planos da vida às vezes podem ser muito melhores que os nossos e que nós precisamos aprender a lidar com mudanças de planos repentinas e com todas as curvas da vida.

Fiquei pensando em tudo isso e percebi que os melhores acontecimentos da minha vida não foram planejadas e tampouco dependeram da minha vontade. Fiquei pensando em tudo isso e percebi que o caminho é esse mesmo… É preciso aprender a mudar e se adaptar. É uma baita parte importante da vida.

Ps: as fotos do casamento estão em @valerialeaobittar

Comentários