Esta foto é sua?

Eu não estou diferente

Eu não estou diferente. Aliás, nunca estive tão inserta na normalidade quanto estou agora.

Eu estava diferente quando olhava por longos minutos para a sua foto e pensava no quão lindo você fica quando sorri e que você realmente deveria fazê-lo mais vezes.

Eu estava diferente quando pensava que qualquer coisa que você dissesse era digna de um personagem de Bukowski, mas agora que vejo o quanto isso é cafona, estou normalíssima, concluo.

Eu estava diferente quando te escutava por quantas horas você quisesse falar, mesmo tendo deadlines atrasadas, mesmo tendo que trocar a areia do gato, mesmo sabendo que você não me escutaria por horas a fio se eu quisesse falar, aliás, você não me escutaria nem por cinco minutos, porque o seu egoísmo é óbvio e absoluto, mas, como eu estava diferente, eu não percebia.

Aquela mulher sempre disponível, ela sim, era diferente desta que sou, desta que sempre fui mas que você jamais conheceu porque você, justamente você, me deixava diferente. Você só conheceu a entediante mulher sempre disponível (a paixão faz dessas).

Eu faria a mesma coisa no seu lugar. Jamais teria olhos para alguém que só tem olhos para mim, jamais sentiria uma atração irresistível por alguém que não representasse qualquer desafio, porque, paciência, é assim que os seres humanos lidam com outros seres humanos, dessa maneira fria e patética que você aprendeu muito bem.

É uma pena que você tenha sido esperto demais para as minhas tentativas fracassadas de disfarçar que não era amizade, que eu te queria por perto e muito perto, tão perto que nossas peles se confundissem com os lençóis da minha cama. É uma pena que você tenha compreendido como normal a gritante anormalidade que só os seus olhos me causaram.

E agora que me abstenho do comportamento ridículo ao qual uma paixão é capaz de nos expor, você acha que estou diferente. Na verdade, eu estou apenas te tratando como trato todos os seres humanos não-especiais – pela primeira vez você é um ser humano não-especial para mim.

Não estou sendo fria, apenas não estou mais apaixonada.

Lamento. Voltei ao normal.

Comentários