Esta foto é sua?

Eu sinto muito por você ter me perdido

Eu sinto muito por você não ter dado o valor real que eu merecia, não ter valorizado esse mulherão da porra que sou eu. Sinto que você não tenha percebido antes os pequenos gestos cotidianos que demonstravam o meu “eu te amo”, que reforçavam em atitudes tudo o que eu te falava.

Eu sinto muito por você não ter analisado as minhas chatices, as coisas que eu buzinava no seu ouvido mas que você preferiu concordar com seus amiguinhos (inclusive aquele que correu pra me convidar pra sair depois que separamos) que eram “pentelhações de esposa ciumenta que queria você preso”, e foi incapaz de perceber o real sentido do que eu tentava te dizer. Sinto por você ter perdido essa parceira aqui que ficou contigo nos dias ensolarados e chuvosos, que abriu a casa, o sorriso e o coração pra você e pros seus (mesmo quando não gostava deles) e que descobriu o significado do impossível indo atrás do que nem sabia o nome pra te fazer feliz.

Cara, como eu sinto por você, deve ser difícil levantar da cama e ir dormir – um dia que seja – sem pensar no quão não valeu a pena ter sido tão idiota e me deixar partir. O quanto está jogando no nível hard me vendo bem, realizada e vivendo sem precisar de você e te mostrando cada dia mais que aquilo que você disse sobre eu não ser feliz sem você, não passou de praga de alguém sem argumentos e força para lutar pelo seu relacionamento, ou pela mulher que jogava no seu time. Deve ser mega difícil me ver tão livre, tão eu, tão brilhante…

Sério, eu sinto muito mesmo, mas sinto por você, que ao invés de acender mais a chama e aumentar as asas da mulher incrível que tinha ao lado, por medo que eu visse – mais cedo do que vi – que você era pequeno demais pros meus sonhos, preferiu me fazer acreditar que eu não era nada sem você, que eu era feia e que ninguém me amaria como “você me amava”. Sinto muito por você. Apenas. Por mim? Eu agradeço pelo livramento e por hoje poder conhecer um cara que vai fazer exatamente tudo o contrário do que você fez, e enfim, por descobrir que o que tínhamos era tudo. Menos amor.

Comentários