Esta foto é sua?

Hoje você é minha

Hoje cheguei devagarzinho, querendo muito, mas como quem não quer nada. Vim caminhando, por trás, te puxei pela cintura, botei o seu cabelo para o lado e beijei a tua nuca, a partir de agora minha, minha nuca. Ah, como eu gosto desse teu cheirinho, como eu gosto de te dar o meu cheirinho, como eu gosto de ti. Bem pertinho do teu ouvido te digo: “vira pra mim”, assim eu te olho daquele jeito, jeito de quem quer e pode fazer tudo com você. Jeito de quem sabe te fazer sorrir só com as mãos. Jeito de quem tem tesão em ver o seu tesão. Meu jeito, só meu. Vou embora, e você? Ainda ali, deitada, olhando para o teto, lugar que por alguns instantes eu fiz sumir. Não sou inesquecível, só cumpro o que o meu beijo te prometeu.

Comentários