Esta foto é sua?

Me avisa quando for a hora?

Eu vou te esperar aqui. Não sei por quanto tempo, se por um mês ou por um ano, mas eu vou esperar. E você pode ficar tranquila, não precisa se preocupar: entenda que não vou deixar de viver esperando você, eu quero dizer que vou respeitar seu espaço agora, porém, vou ficar muito feliz se você me avisar quando for a hora para eu voltar.

Eu imagino como está sendo confuso para você. Cheguei assim tão sem querer. Em pouco tempo já te incluía nos meus planos sem saber se você gostaria, mas deixa eu te contar: esse sou eu. Não me leve a mal, minha intenção nunca foi te pressionar. Eu só queria encontrar mais motivos para te ver, queria poder conversar mais com você e te ouvir contar um pouco sobre o seu dia. Essas coisas, sabe? Entendo que nem sempre esse meu jeito faz bem, pois até quando a intenção é boa ela pode prejudicar. Já aconteceu comigo antes e até tentei mudar, mas eu nunca consegui e preferi desistir.

Eu vou ficar bem. Vai levar um tempo até que o tempo leve esse sentimento estranho em mim, mas no fim é aquilo que eu te falo sempre: vai dar tudo certo. Vou te deixar respirar e seguir sua vida sem a minha para te pressionar, ainda que fosse sem querer.

Esfria sua cabeça antes de me permitir aquecer seu coração. Eu tenho consciência de muita coisa que pode acontecer. O tempo pode se tornar inimigo e me levar para longe de você, te fazendo esquecer aqueles motivos que nos fizeram começar isso tudo que agora vemos acabar. Eu também posso mudar e não conseguir mais te ver como ainda te vejo. Posso me encantar por outro beijo e encontrar uma nova companhia para ocupar o vazio da sua. Essas coisas podem acontecer e eu sei bem.

Mas, por enquanto, eu quero te esperar. Quero te esperar pelo que conversamos tantas vezes e pelos sonhos que combinamos. E eu sei que posso sofrer mais do que imagino ao te dizer tudo isso, mas não consigo escolher outra opção. Minha cabeça não consegue falar mais alto que o meu coração. E hoje ele diz para eu te esperar um pouco antes de te tirar da minha vida. Vou me ocupar fazendo as coisas que fazia antes de te conhecer.

Por favor, não pensa que estou te pedindo para fazer algo. Sei que falando desse jeito pareço querer te prender comigo, sei lá, querer te prometer a ficar comigo ou a voltar para mim, mas não é sobre isso. Estou falando que não consigo fazer outra coisa agora a não ser te esperar voltar, por mais que isso demore para acontecer, por mais que isso nunca aconteça de verdade. Sou eu quem te espera, não você quem deve voltar. Este é um peso que você pode se tranquilizar.

É que eu gostei do que vivemos até aqui. Eu te olhava com um sentimento bom. Sei que hoje você precisa desse tempo sozinha. Eu nem chamo de “um tempo para pensar” porque isso pode te obrigar a me dar alguma resposta. Você não precisa me responder nada. Muita coisa aconteceu até aqui e não sei como vai continuar.

O que eu sei é que hoje você não está pronta para me deixar entrar na sua vida, mas eu vou te esperar aqui e, por favor, se lembrar, me avisa quando for a hora? Eu tenho tanto para te contar. Se essa hora não chegar eu vou aceitar do mesmo jeito que aceitei a hora que você chegou.

Comentários