Esta foto é sua?

Minha carta de aniversário para você…

Eu, que durante a vida inteira procurei criar poemas, hoje, tenho a honra de dividir o mesmo teto com o mais esplendoroso que já existiu, desde que o ser humano pôde entender, de uma vez por todas, como pode ser incrível contemplar a beleza, em essência. Como posso não acreditar numa divindade, após conhecer a companheira de quarto da menina dos teus olhos? Como podem existir dúvidas da existência de um ser superior, quando meus ouvidos são receptáculos da tua deliciosa inteligência? Duvido que alguém, em sã consciência, possa acreditar em acaso ao conhecer-te. Não existe senão, outra forma de explicar-te, a não ser a que diz que, em algum lugar, uma energia absurdamente magnífica, após trabalhar incansavelmente no projeto da sua vida, criou-te, para que fosses a representante oficial de tudo o que há de mais maravilhoso neste plano-vida. Existem coisas que precisam ser criadas e outras que necessitam ser vividas, você precisou ser criada para que este amor pudesse ser vivido.

Quando uma poesia completa mais um ano de vida, cada palavra existente, em cada idioma já criado, emociona-se ao saber que pode ela também ser parte de algo maior, um dia. Como a tua poesia não é feita somente de palavras, cada uma das mais nobres emoções e sensações também sentem que podem ser muito mais e, assim, há dezenove anos, o dia cinco de Fevereiro tornou-se, oficialmente, o dia mais feliz do mundo, para tudo e para todos. O dia em que todas as esperanças de uma vida melhor são recarregadas; que todas as estrelas dão o seu máximo para iluminarem os caminhos daqueles que necessitam; que o sol usa a sua força para regenerar os corações e que as chuvas aparecem para regar as sementes de um futuro que vale a pena.

Neste dia, poema que tanto amo, não quero desejar-te apenas que os teus passos sejam cada vez mais iluminados, fortificados e regados; que os teus sorrisos sejam cada vez mais espontâneos e frequentes; que todas as tuas conquistas sejam apenas questão de tempo; que a tua vida seja capaz de inspirar todas as outras que cruzarem o teu caminho; que cada uma das tuas dúvidas sejam solucionadas e que cada vez em que você pensar ser menor, o segundo seguinte te traga a certeza de que tão valiosa quanto a tua luta, é a tua capacidade de reerguer-se. Quero desejar-te, também, que cada uma dessas e de todas as suas vontades mais profundas, possam vir acompanhadas da clareza necessária para que cada pequeno aprendizado seja importante e, que cada pequeno passo, seja engrandecedor.

Neste dia, poema que tanto venero, tenho apenas o meu mais sincero amor para presentear-te e, já que ainda não podemos conhecer o mundo lá fora, usemos o nosso precioso tempo para conhecermos o mundo que existe no nosso pequeno quarto, da nossa pequena vida, do nosso gigantesco amor.

A cada milésimo de segundo tenho mais certeza de que se há outra forma de felicidade plena, desconheço e, ainda que conhecesse, já teria feito a minha escolha.

Amo-te mais e mais e mais e mais e mais!

ps: se as leis da física nos dizem que dois corpos não podem ocupar o mesmo espaço, façamos com que as nossas almas completem-se de tal forma, até que seja impossível diferenciá-las. Sejamos um, contrariando a ciência e, sejamos muitos outros, contrariando a monotonia.

Comentários