Esta foto é sua?

Nossos caminhos se cruzaram e… Aconteceu!

Aconteceu. Não sei se rápido demais, se com intensidade demais, mas aconteceu. Aconteceu porque tu virou meu crush num desses apps de relacionamento e a frase “qualquer hora você cruza com o amor” passou a fazer ainda mais sentido pra mim.

As conversas foram ficando cada vez mais frequentes e a vontade de se ver também, lembra? Tínhamos um plano: Quando a bebê dormisse, eu te avisaria e você viria. O que a gente não contava era que o sono chegaria primeiro. Eu sei que eu já disse, mas desculpa por isso. Aí você se fez de difícil e só foi me responder 7 dias depois. E eu não sabia como controlar essa vontade de você. Então você apareceu e foi exatamente como eu tinha imaginado. Já te falei que o teu cheiro me deixa louca? E que o teu toque, ao mesmo tempo em que me enche de tesão, tem o poder de trazer paz pro meu coração? Então tá dito.

Eu notei o medo nos teus olhos, rapaz. Sei que você tem seus receios e tudo mais. E ver você tentando se afastar pra evitar o inevitável foi dolorido pra caralho. Eu não sei bem o que a gente tem, mas a prova é que, mesmo distantes, você permaneceu nos meus pensamentos, nas minhas mensagens e nos meus banhos demorados enquanto eu tentava dar jeito nessa saudade.

Admite, gato. Aconteceu. Simples assim. Você e eu. Ninguém anda 564 quilômetros a troco de nada, saca? E tu fez questão de estar lá antes da minha viagem. De me dar o último beijo antes que eu embarcasse e prometeu estar lá me esperando quando eu voltasse. E nossa saudade cruzou o continente, se manteve presente nas pequenas coisas do dia a dia.

Eu não quero rotular a gente, tá gostoso assim, com carinho, com intimidade, desse nosso jeito transparente e não tem como negar que essas últimas semanas foram incríveis.

Por enquanto fica desse jeito mesmo, sem nome, mas repleto de carinho.

É que aconteceu, entende? Meu caminho cruzou com o seu e agora eu quero andar do teu lado. E aí, você vem?

Comentários