Esta foto é sua?

O amor não dá espaço para o egoísmo

Eu sei que você sabe que um dia ela pode se cansar de você e não voltar mais. Ou, melhor, ela pode enjoar desse seu jogo de fazer falta propositalmente para, enfim, deixar de sentir falta. Não que duvide do que você sente, mas apenas por estar vivendo o replay de uma vida sem graça em que tudo que ela te dá se perde. E aí, fica a pergunta:

Qual o nome disso que você acha que carrega?

Fica difícil decifrar teus passos, entende? Ela te vê procurando num dia, sumindo no outro, reaparecendo mais pra frente e ignorando as mensagens um tempo depois. É estranho. Não bate com tudo isso que você diz aos amigos que perturba o teu peito. Até porque, a gente sabe que o Amor causa um zumbido insistente no ouvido pedindo pela presença do ser amado.

Você a deixa solta. Você fica repetindo a história da borboleta sem entender que o jardim continua exalando perfume, independente da presença dela. Ao contrário, seu perfume só se faz presente quando você quer. Fica lá a borboleta/moça, tentando voar de volta para o jardim sem encontrá-lo. Asas cansadas de um ser que, mais cedo ou mais tarde, encontrará outro lugar para pousar.

Eu não posso dizer que você está certo ou errado. Acho que levamos nossas relações da melhor maneira para nós mesmos. O problema é que costumamos esquecer que uma relação é feita a dois. O Amor não dá espaço para o egoísmo. Ao contrário, ele dá sem nem ao menos exigir o troco, a volta, a recíproca que já falei aqui. Você tem certeza do que sente, né?

Ela também tem.

Ela pega o celular ansiando sua ligação, ela escreve uma mensagem querendo sua resposta e comumente ela passeia por lugares desejando estar contigo. E onde está você quando a ligação não vem, a mensagem não chega e os encontros são constantemente adiados? Quais as justificativas de hoje? Quantas vezes ela vai ter que se abraçar para espantar o frio ou não te ter ao lado pra dizer ao vivo que a ama?

Uma hora as desculpas não colam, as mensagens que aparecem não alimentam um sentimento, o olho no olho se torna frio. O que era gostoso passa a ser sem sal e todo o sentido se esvai.
Deseja-se bem mais estar sozinho do que acompanhado. Mal acompanhado. Aí, com a alma carregada das decepções que se viveu e as expectativas que se criou, ela partirá.

Ela pode cansar de você.
E a culpa é toda sua.

Comentários