O que eles pensam sobre moda – Transparência Esta foto é sua?

O que eles pensam sobre moda – Transparência

A transparência sempre brincou com o imaginário da moda. Essa ideia de enxergar o corpo além do que se cobre está presente desde muito antes da época em que se pôde efetivamente mostrar o corpo. Como antigamente tudo era meio proibido, o tecido transparente era um aliado para deixar as coisas mais ousadas.

Hoje, tudo pode. Quase andar pelado também pode. Então, como as transparências ainda podem colaborar para a moda?

Apesar de ser muito sensual, em plenos anos 2013, elas surgem com outro propósito. Agora a transparência aparece estrategicamente posicionada com o objetivo de criar uma ilusão para a roupa que, vista de longe, ganha um novo shape. Ou seja, a transparência vem para moda não para fazer o corpo aparecer, mas sim como recurso para modificar o formato da roupa. Entende? Exemplo disso são os vestidos com aplicações de tule no decote, como na primeira foto logo embaixo.

Procurando imagens para ilustrar o quiz de hoje percebi que não é tão fácil assim usar roupas transparentes com elegância. Tive que pesquisar bastante para encontrar boas referências. Então, para você copiar em casa, uma dica: tenha em mente o bom senso. Mostre o que você tem de mais bonito, esconda o que tiver que esconder. Transparência no decote fica bem em mulheres magrinhas de seios pequenos. Saias com transparências são ótimas para quem tem as pernas bem torneadas. Escolha uma peça que tenha uma aplicação de tecido transparente em um detalhe, pode ser na barra da saia ou nas mangas. Sempre digo que a moda é para ser usada por todo mundo, mas com bom senso. Deixe um pouco para a imaginação dos homens.

Vamos ver como a tendência aparece na prática?


EOHUM

Esse é o exemplo da nova transparência. Percebe como ela é aplicada nas laterais do vestido para que ele pareça recortado? Essa moda é para usar já. Se joga. Ela serve para magrinhas, gordinhas, altas, baixas, todo mundo.


EOH 2 Photo GoRunway2

A moda da passarela serve como referência para ser adaptada no cotidiano, então o look do desfile de Armani Privé não é para usar todo dia. Essa foto nos ensina a pensar na transparência como um aliado para criações mais ousadas e divertidas. Uma imagem para “abrir a mente”, melhor não tentar esse em casa.


EOH 3 amy fashions scrapbook

Esse look sim é para copiar. A saia longa preta é um ótimo exemplo
para mulheres mais gordinhas usarem a transparência no dia a dia. Se esse for o seu caso, faça como está na foto: saia larga, camiseta básica, rasteirinha e pouca maquiagem. Simples assim.


E aí, o que será que eles pensam sobre como usamos roupas transparentes? A gente não liga muito para a opinião deles sobre nossas roupas, mas é bom saber para matar a curiosidade.

 

Léo Luz

Eu acho roupa com franja fofa. Pra adolescente, modelo, ator e tal, é fofo. Pra uma festa só se for festa de artista, porque aí definitivamente vai ter gente com roupas mais estranhas. Mas acho fofo, bonitinho, mesmo sendo um pouco estranho.

Eu, particularmente, nunca vi uma moça de perto com esse tipo de roupa – só em filmes e na minha imaginação fértil de adolescente. Gosto de pequenas com roupas leves, que não brigam com seu corpo e que rebolam com elas. Assim, detalhe de franja nas saias é um balançar bonito, harmonioso. Mas grita atenção, né? Então, imagino que o conjunto final deve ser simples, com roupas lisas e sem muita informação. Deixa os olhares à dança das franjas e coxas. E aos sorrisos, é claro

Frederico Elboni

Digite no Google: Komondor.

Não sei,esse negócio de franjas é algo bem esquisito. Me agrada uma camisa/camiseta levemente com as tais franjas, quanto ao resto tenho minhas dúvidas, especialmente porque as franjas podem variar na espessura, espaçamento, comprimento, etc. O que eu tenho medo é ver uma mulher com uma saia ou vestido de franjas, especialmente se for em tons claros e parecer um cão maltês recém saído de uma tosa no pet-shop

Ricardo Coiro

Roupas com franjas? É uma ótima pedida quando seu namorado está cansado de fantasias clichês de enfermeira e quando quer surpreendê-lo com um ar meio Pocahontas. Não era essa a intenção? Já sei! Quer fazer com que ele se arrependa de não ter te convidado para um rodeio? Também não? Então pra quê? Agora acho que entendi a malícia: na hora do sexo oral, quer que o cara se sinta ultrapassando aquelas portas/cortinas cheias de penduricalhos? Errei? Na minha opinião, roupas com franjas, fazem com a mais depilada das mulheres passe a impressão de que precisa, urgente, de uma cera quente. Parece-me uma segunda camada de pelos mutantes. Para um cara como eu, que odeia pelos e que, na mulher, só vê necessidade da sobrancelha e do cabelo, as franjas lembram um cabeleira desnecessária. Fico me imaginando, no escurinho do cinema, acariciando ela com a mesma sensação que sentiria se acariciasse a Priscila da TV Colosso.

Comentários