O que eles pensam sobre salto alto Esta foto é sua?

O que eles pensam sobre moda – Salto alto

É quase uma relação sadomasoquista. Ele machuca, desgasta, faz sangrar, deixa feridas, mas me mantenho firme, linda e forte por cima dele e não o largo por nada. Ele fere, mas ao mesmo tempo proporciona tanto prazer! E quando aguento firme, subo nele e a sensação de poder me vem à tona.

Não. Não falo sobre os homens. Falo sobre algo muito melhor do que eles. Sapatos de salto alto. Aliás, se analisarmos assim, os sapatos são um tanto parecido com os homens. Não acham? (Não, eu não acho, vim aqui só pentelhar seu texto / Fred haha)

Enfim, você com certeza já ouviu a expressão “sobe no salto, amiga!” ser declarada em alto e bom som para alguém que precisa se impor um pouco mais na vida. Não é à toa que os sapatos de salto alto são ligados a momentos de atitude forte. Só quem já desfilou num salto maior de 15 cm sabe como precisa ter atitude para encarar essa altura. Aliás, mesmo que você não seja muito ligada em moda e essas coisas, vamos combinar, sapatos novos tem quase o poder místico de fazer milagres pela nossa vida.

Eu tenho uma teoria. Por mais fútil que isso possa parecer, a beleza (e não falo aqui sobre padrões impostos pela sociedade capitalista! Falo mesmo é sobre o belo, o que nos faz sentir bem e isso é relativo para cada pessoa, ok!) exterior pode sim transformar nosso interior. Às vezes, um simples pentear de cabelos, um vestido colorido ou um brinco cheio de brilhos pode elevar a autoestima e dar um empurrão para gente se sentir melhor. E, quando nos sentimos bem, acabamos nos tornando mais abertas para as possibilidades da vida, mais confiantes e mais felizes.

E se há um item do guarda-roupa feminino que tem esse poder instantâneo de transformar o nosso estado de humor é o sapato de salto alto. Basta elevar um pouco os pés do chão para sentir mais confiança. E daí, quando esses itens de desejo fazem a nossa cabeça, mais tarde nós fazemos a cabeça deles e nos transformamos no desejo deles.

Por isso, resolvi hoje investigar quais as reações masculinas aos saltos altos. Mas antes disso, vamos ver três inspirações rápidas para subir no salto agora mesmo.


EOH Foto 1

O salto alto consegue transformar até um look de calça jeans e camiseta! Tudo fica mais feminino graças ao sapato. Bem fácil de copiar, esse visual da moça da foto pode ser usado todos os dias.


EOH Foto 2
O look de Olivia Palermo também é super usável aqui no verão do Brasil. Combinar salto com shorts mais largo funciona super bem. Para as mulheres bem magras, o short pode ser curtindo. Para as mulheres com mais curvas, o comprimento tem que aumentar um pouco para não ficar vulgar.


EOH Foto 3

E apesar de ser um símbolo de fetiche, o salto alto também pode ser romântico. Tudo depende de como você combina. As candy colors são tendência para o verão, inclusive nos pés.Look para copiar hoje.


Mas, o que será que eles pensam sobre? (Mesmo que o objetivo seja somente nos fazer rir)

Léo Luz

Salto alto é uma coisa que, quer queiramos ou não, chama a atenção para a mulher. Transmite uma postura mais elegante, mais “femme fatalle”. Já viu alguma Bond Girl de sapatilha ou sandália baixa? Não. Mas exatamente por isso, eu não curto muito salto alto usado em situações muito cotidianas. Quando é algo esporádico, só em algumas situações, o efeito é maior e rola aquele uau! E a graça é essa. Mas nos momentos certos, acho lindo e absolutamente sexy.

Tenho um devaneio irresistível por pés e batatas da perna, logo o salto alto é o aliado perfeito para deixar essas duas regiões do corpo feminino prontas para tudo. A mulher fica com uma pose indescritível de força e sedução. Nada racional, mas o salto alto me faz ter vontade de dar um abraço bem apertado por trás e começar a fazer loucuras!

Frederico Elboni

Sempre fui um cara que valoriza a leveza, o sutil, o delicado… E alguns saltos englobam esse charme. Mas como não confio plenamente no bom senso da humanidade nem sempre fico hipnotizado quando esbarro em alguma pseudo Vera Verão. Então, vou assumir uma das minhas maiores viadagens – dentre várias –, quando conheço uma mulher, mensuro o seu nível de bom senso pelo seu sapato. Seja salto, sapatilha ou rasteira. Olho-a de corpo inteiro e penso: “A Audrey Hepburn usaria?” e caso a resposta seja sim, está aprovado. E como eu sei se ela usaria ou não? Imagine a Audrey usando um Sneaker… Viu como é fácil? Brincadeiras à parte, sou apaixonado pela delicadeza e sutileza das mulheres, e um belo caminhar de salto faz meu sorriso virar estátua.

Ah, os saltos… Um item básico, mas tão básico que desconheço mulher na galáxia que possua menos de 387 pares, bem, ou ao menos tenha vontade de ter. Na minha opinião o salto é o maior reflexo da aura feminina, de alguma forma as mulheres conseguem transmitir para o salto seu estado de espírito. Não acredito muito nesse papo da mulher se sentir “poderosa” com o salto, na verdade se eu fosse mulher iria morrer de medo e andar toda “dura” com medo de cair. Por fim eu poderia falar de fetiches com saltos, mas deixo isso com o Coiro, que deve ter fetiches até por mulheres de Crocs e meia de lã.

Ricardo Coiro

Tenho um grande motivo para não gostar do salto: sou baixinho. Porém, nesse caso, meu tesão fala ainda mais alto do que a minha estatura. O salto faz com que as panturrilhas femininas fiquem mais suculentas e dá uma empinadinha na bunda da mulher, logo, não seria louco a ponto de não apreciar esse potente elevador de autoestima feminina. Acho até que o salto, mesmo quando a mulher está na horizontal e com os pés longe do chão, tem o mágico poder de elevar coisas em mim. Talvez seja influência dos filmes pornôs que vejo, com prazer, desde que abri mão do leite materno. Não importa! Aumenta a altura delas e também a minha fome (aquela que gasta calorias). Obs: sneakers não é salto. Nem sapato. Nem bonito.

Comentários