Esta foto é sua?

Paixão de verão: como lidar?

Para felicidade geral da nação, é chegada a época de férias. Em meio a viagens, baladas e saideiras com os amigos, é normal conhecer alguém que seja bem interessante e ficar encantado com a situação. Se você se encontra neste quadro, fique atento: você pode estar diante de um affair de verão.

Na verdade, não vejo razão para contra-indicações a este tipo de experiência. É inclusive bem gostoso e saudável, desde que você tenha em mente que este encontro tem tudo para ser apenas uma experiência transitória que termina com a chegada das águas de março ou mesmo antes disto. Não que isso seja uma regra. Já soube de casais que se conheceram em uma micareta e acabaram casados, mas vamos combinar que a probabilidade de isto acontecer costuma ser bem pequena, especialmente se você está em uma cidade turística e os dois são de estados diferentes.

E qual a razão para este curto prazo de validade? Arrisco pouco tempo para os dois se conhecerem de verdade. Na experiência que tive, a pessoa literalmente fingiu ser alguém completamente diferente por semanas. Fez todo um discurso apaixonado de despedida e, dias depois, apareceu na mesma cidade acompanhado da namorada, pedindo a um amigo próximo que eu fizesse o favor de me manter afastada de ambos.  O fato é que como tudo é intenso e várias etapas são puladas ou vividas de forma muito rápida, não raramente falta cumplicidade e unidade suficientes para mostrar quem realmente você é e, consequentemente, para sustentar uma relação. E quando ainda há uma distância significativa entre ambos, a situação se torna mais complicada.

Para as românticas de plantão, recomendo terem os pés no chão e evitarem depositar expectativas sobre o outro a fim de minimizar a possibilidade de se depararem com desilusões. Tudo bem que aquela pessoa especial que tanto se procura pode estar em qualquer lugar, mas leve em conta que é bem menos provável que ela seja encontrada em uma boate, onde mal se pode trocar uma ideia e a grande maioria está mais interessada em curtir de forma intensa todos os dias de descanso, descolando uma ou mais companhias para a noite. Se você achar o cara da sua vida nestas circunstâncias, tenha certeza de que teve muita sorte.

De resto, curta bastante e tente extrair o melhor de cada instante juntos. Viva intensamente cada minuto da estação. Se não render nada pós-estação, pelo menos é garantia de recordações gostosas.

Comentários