Esta foto é sua?

“Plano Imperfeito” e suas pequenas perfeições

Quem também é versado em “10 Coisas Que Odeio Em Você”, “A Verdade Nua e Crua” e “Nunca Fui Beijada”? A safra de comédias românticas foi muito boa por um tempo, deu aquela caída e – quem sabe? – tá prestes a ter seu comeback.

Pelo menos, é essa a nossa torcida. E parece que a da Netflix também. Nos últimos tempos, tivemos “The Kissing Booth” (que há controvérsias sobre ser bom ou não, mas ainda não vi) e, agora, “Plano Imperfeito”.

Se continuar no mesmo nível desse último, estamos bem!

1. Zoey Deutch

Para começar, a protagonista é a Zoey, que também fez “Antes Que Eu Vá”. Não dou dois minutos de filme até você se render à personagem, que é bem gente como a gente: daquelas que trabalha até altas horas, arruma uns dates no Tinder e segue a vida. Sua química (ou falta de, inicialmente) com o personagem de Glen Powell dá aquela liga que te prende do início ao fim.

2. Surra de referências

Para quem é fã de romcom, “Plano Imperfeito” ainda tem aquela surra de referências que vai desde “Operação Cupido” até “Cyrano de Bergerak”. Nesse caso, somos team Charlie, mais ligados nos filmes atuais.

3. Aquele romance que começa meio sem querer

A história acompanha Harper e Charlie, que tem chefes durões (para não dizer abusivos), se conhecem nos perrengues e acabam planejando juntar os dois para poderem viver as próprias vidas. Só que quem se apaixona (também) são eles.

4 . Falando nisso, os chefes

Lucy Liu e Taye Diggs brilharam muito em seus papeis de chefes carrascos – e dá super para entender o lado da Harper, que admira, mas ao mesmo tempo morre de medo da Kirsten.

5. O humor na medida certa

Sabe quando pesam a mão nas piadinhas ou situações absurdas e o filme perde um pouco sua naturalidade? Então, isso não acontece em “Plano Imperfeito”. Claro que algumas coisas são mais exageradas, como os pedidos dos chefes, mas, no fim das contas, não é nada muito fora da realidade. O mesmo vale pro romance que vai se desenrolando de um jeitinho bem natural, com direito a zoação e tudo.

6. Tituss

Nem precisa explicar muito além disso, não é mesmo? Até o Tituss Burgess, que faz o Titus de Unbreakable Kimmy Schmidt, faz uma pontinha no filme. Bola dentro da Netflix!

Aqui, ele interpreta o Creepy Tim, que trabalha no prédio em que ficam os dois escritórios e dá um empurrão inicial pro plano mirabolante funcionar.

Já assistiu essa estreia do streaming? Conta depois o que achou!

Comentários