Esta foto é sua?

Quando eu menos esperava, ele apareceu

Eu estava naquele momento da vida em que a gente simplesmente não acredita mais em nada, não quer mais saber de ninguém e até dá aquela risada debochada quando ouve “é justamente quando você não espera, que o amor aparece”.

Não, eu não estava chateada por não ter encontrado ainda ‘a minha pessoa’. Eu só não acreditava mais, não estava mais ligando mesmo para nada que não fosse o meu trabalho e a minha carreira… E foi nesse momento que o destino resolveu descontar de uma vez só todos os meus sarcasmos e deboches colocando ele na minha vida.

Daí você deve ter pensado agora, com seus botões aí, que podem existir ‘muitos eles’. E existem sim, mas ELE é aquele ele que eu idealizei, sonhei e desenhei em minha mente por toda a minha vida, só que uma versão muito melhor. ELE é a versão beta de tudo o que eu sempre clamei ao Universo que queria em alguém. É a minha pessoa, é o meu parceiro de vida, meu ombro amigo, meu peito calmante, meu abraço protetor e minha pele quente.

ELE é o motivo do meu sorriso mesmo quando o dia está uma merda, quem eu não precisei colocar nos meus planos porque entrou sozinho e entrou de cabeça, entrou chutando a porta, entrou e se acomodou tão perfeitamente e sem esforço que me fez entender o porquê do lugar não ter sido lar de ninguém antes e sido apenas hostel de viajantes.

ELE é aquele cujos defeitos me irritam apenas por minutos, porque logo em seguida a irritação dá lugar a gargalhadas infinitas que fazem até os meus olhos sorrirem. Que viu os meus demônios interiores frente a frente e sequer piscou, sequer se mexeu, só ali permaneceu.

Ele é aquele ele, que apareceu quando eu menos esperava e quando eu mais precisava e que é exatamente tudo o que eu, mesmo sem saber, desejava.

Comentários