Esta foto é sua?

Quando você está eu me sinto em paz

Não dá para explicar. É uma sensação que não consigo alcançar com palavras. Apenas chego perto em sentimentos.

É. Eu estou complementamente consciente das vezes que eu tremi por sua causa. Das vezes que achei que continuar nesse lugar aonde continuo a estar era apenas fruto de uma perda de tempo.

Muita gente me disse para deixar para lá. Muita gente me disse que desistir seria a melhor opção, afinal… Como você poderia olhar para alguém como eu, diferente de todo mundo que já te cercou? Como você poderia entender que… Eu me esforcei mais do que cada uma que passou um pouco mais de tempo com você?

Praticamente tive que “trabalhar à distância”. Te amar também. Não teve um dia sequer que deixei de pensar em você. Me perguntava se não era exagero, se não era excessivo, mas, olha… Na boa? Quando eu parei de pensar com medo do que viria a acontecer eu me libertei.

Te amei de verdade. Não mais me sacrifiquei. Não sei se me fiz entender.

Você tem os seus medos. Eu sei. Muitas vezes me vi diante deles. Essa muralha que a primeiros olhos era intransponível, invencível. Era um combo da sua meninice. Bati neles. Me defrontei. Quis derrubá-los com força, mas percebi que assim só me afastei.

E então parei. Pensei. Apreciei o fato de ter chegado longe, muito longe e por fim… Esperei.

Esperei que derretesse aos meus pés. Eu estaria ali para acompanhar todo o processo. Talvez eu me molhasse, me afogasse e sentisse frio, mas tudo bem. Eu iria ficar.

Eu queria ver tudo isso e poder ajudar.

É estranho ainda olhar para tudo o que se passou, lembrar o quanto você mudou. Saber o quanto você ainda vai mudar.

Aconteça o que acontecer, de uma forma ou de outra estar com você hoje me traz paz.

Mais do que você pode imaginar.

Comentários