Esta foto é sua?

Se apega ao que interessa

Sei que não deveria, mas estou em casa sozinha. Eu não paro de pensar e minha amiga Bela não para de falar:

“Vamos lá, amiga, chega de sofrer por esse cara.”

Eu respirei fundo e me olhei no espelho. Meus olhos estavam inchados e vermelhos.

Percebi que ela tinha razão. Então, tomei uma decisão. Vou colocar meu jeans favorito e sair de casa para dançar com algum desconhecido. Hoje, quero estar entre as luzes da boate e girar, girar, girar, até parar de pensar.

Quero ficar meio perdida. No barulho, nas pessoas… até estar decidida a guardar só as coisas boas. Mas, antes de dançar, vou buscar uma bebida. Algo que me esquente a garganta e desfaça esse nó!

Que misture a música, a festa e a verdade em uma dose só. E esse champanhe barato?

Detesto o gosto, mas vou tomar mais um pouco. Hoje não vou me sentir culpada, nem me preocupar se a saia está pequena ou apertada.

Sei lá, acho que vou dançar com aquele cara que não para de me olhar. Mas, antes que ele pense em fazer alguma coisa, vou me fazer de tonta e desaparecer.

Sabe por quê? Pra não fazer de conta que estou beijando você.

Esta noite, eu não vou te ligar um milhão de vezes pra saber se você está dormindo com alguém.

Não, meu bem. Hoje vou perder o rancor e encontrar minha antiga felicidade e humor.

Sabe, aqueles sentimentos bons que você me tirou. Esse coração partido vai dançar tanto que os sapatos vão ficar destruídos.

Hoje vou pedir ao DJ para colocar a minha música favorita no repeat.

Não sei se você se lembra, mas o refrão é assim: “Ei dama, sem drama.” Vou cantar com minhas amigas, que vão me ajudar a lembrar como é a vida.

Sem mágoa, sem choro e sem briga. Vou deixar a música me anestesiar e só vou parar de dançar quando conseguir esquecer todo o tempo que perdi com você. É até estranho me ver agindo assim. Parece que finalmente tenho a atitude que você tanto cobrava de mim. E, bem na hora em que estou me divertindo, você me liga querendo saber quem está comigo.Está com medo de eu estar com algum de seus amigos?

Acorda. Você perdeu a hora. Agora não adianta querer de volta um amor que você jogou fora.

Antes de desligar eu tenho uma última coisa para te falar. Eu ainda não entendi: por que você ligou pra mim? Não adianta mentir.

Se você realmente se importasse, estaria aqui. Parece que é verdade o que minha mãe diz: a gente só dá valor ao que não tem.

Mas tudo bem. Se já não dei ouvidos a ela, não preciso dar a você também. Um beijo e um abraço, mas só por telefone. Os planos para esta noite não envolvem seu nome.

Comentários