Se sou paixão, para que mudar?

Talvez eu devesse ter dito mais o quão linda ela se fazia pelas manhãs. Falar o quão lindas – por dentro e por fora – as pessoas são deveria ser algo mais comum, pois, convenhamos, quem não gosta de saber que é lindo para quem carrega o nosso coração? Talvez eu devesse ter tido mais paciência com seus defeitos, ter falado mais o que eu gostaria de dizer. Me controlei demais, me entreguei de menos, me fiz superior por algo tão menor que a emoção de sentir o momento.

Mesmo com todas as razões do mundo, eu deveria ter dito mais coisas sem razões. Dizer coisas sem pensar é mostrar, puramente, o que a gente sente. Às vezes a gente fica pensando muito no que deve sentir, no que deve falar, e perde a naturalidade dos sentimentos. Perde a autenticidade, e a beleza, de sentir o que a gente sente.

Me lembro bem como no começo das minhas emoções de adolescente, eu me fazia paixão por qualquer menina que passasse. Sempre fui muito apaixonado. Criava mundos, imaginava futuros e colocava nomes em qualquer desenho de família que eu fizesse – até nos cachorros. Me sentia num filme, onde os finais felizes existiam e, na minha imaginação fértil, encontraria o meu amor esbarrando pelo colégio enquanto ela carregaria seus livros de biologia e química. E quem poderia me dizer o contrário? Amar me parecia tão fácil. Que saudade daquela paixão cheia de medo do mundo acabar.

Nisso a gente cresce, muda de sonhos, esnoba os medos do passado e vê como éramos só um adolescente que vivia um lindo sonho. Colecionamos traumas, medos e pessoas. Dizemos não acreditar no amor e que pessoas interessantes não existem mais. Pensando assim, eu me julgava maduro com as mudanças do meu sentir, me vendia seguro e determinado. Voava entre beijos e demonstrava estar bem melhor agora. Como se eu fosse autossuficiente. Como se esse fosse o auge da minha maturidade. Mas pouco sabia que controlar os sentimentos não era maturidade, mas medo.

É muito fácil viver sozinho. É muito fácil guardar o que temos vontade de falar para a gente. Difícil é ter coragem de dizer e aguentar as consequências das palavras. Difícil é deixar o sentimento ser maior que o orgulho. Difícil é entender que a solidão pode ser momento, mas não a fuga eterna do amor.

E depois, com a idade e o passar da besteira de ser orgulhoso, descobri que atrás da frieza só havia amor. Percebi o tempo que perdi mascarando o que não sou. Se eu sou paixão, por que me fazer rigidez? Se sou os ombros leves de uma linda paixão, por que me vender como pés firmes? Nisso pedi a mim para me deixar viver. Deixar sentir. Deixar ser. Deixar rir das dores.

Engraçado observar essas fases da vida, como começamos sendo puro amor, nos magoamos e nos achamos no direito de nos fecharmos para o mundo. Depois de abandonarmos vários corações gigantes, percebemos quanto tempo perdemos brincando de não sentir. A verdade é que um dia com a verdadeira maturidade – por mais antagônico que seja – a gente aprende que ter razão nos sentimentos é besteira. A razão tira a alegria, tira o frio na barriga, tira o medo de ser feliz. E a felicidade precisa de medo, pois é com ele que vem a surpresa de ser feliz novamente. Usar a inteligência para administrar os sentimentos é um vício dos traumas. Então ciente de que, junto com os amores, o tempo passa, estou preferindo ser feliz a ter razão.

Entendendo a importância do tempo, um dia a gente aprende que o final feliz não é garantido. Aprende que o filme termina no meio e talvez a gente viva sem ver o final que espera. Hoje prefiro aprender a lidar com a dor do que mudar a essência do que sempre fui. Eu sou plena paixão e talvez devesse deixar isso mais claro, todos os dias, para mim mesmo.

Comentar sobre Se sou paixão, para que mudar?

106 comentários abaixo sobre Se sou paixão, para que mudar?

  • ciniegfkuwhvgutrfgvgufvdutfrcd disse:

    texto saindo do forninho!!

  • Talabi's disse:

    “É muito fácil guardar o que temos vontade de falar para a gente.”
    Foi lendo esse texto e fazendo memória do meu medo, que me impossibilitou de correr atrás do “não sei o que vai dar”, e agora guardei o que sentia, e agora perdi, porque ele vai embora, escolhi o lado mais fácil, que vai ficar na lembrança não tão boa da vida.
    Obrigada Fred pelo toque de realidade, seus textos são ótimos, não comento tudo, mas leio :P

    • Frederico Stewers Elboni Frederico Stewers Elboni disse:

      E que assim continue lendo… Eu também te leio hehe, acredite ;)

    • Bella Joyce Monteiro Machado disse:

      Exatamente isso,pelo menos acho que eu ainda estou em tempo.

  • Junior Pereira disse:

    Que tapa na cara.

  • Julia Batista disse:

    Como você é maravilhoso Fred, esta lendo minha mente? Meu coracao hoje em dia esta mais aberto que portas de hospital e sinto que é o melhor que eu fiz a tempo kakaka obrigada pelo textinho maravilho! ♡

  • Nadhia Dantas disse:

    Me vi no teu texto! É engraçado que muitas vezes pensei que ser madura é não gritar para os quatro cantos do mundo que sou toda amor.. Mero engano! Maturidade é aceitar o que somos… e sentir! Se entregar por inteiro e deixar que o destino se encarregue de acolher esse sentimento tão lindo! <3

  • Victória Monteiro disse:

    Texto perfeito para dia de domingo. Muuito booommm Fred, sempre surpreendendo.

  • Leticia Santos disse:

    Eu fiquei um tempinho sem comentar aqui pq a vida ta meio corrida , mas esse texto peeediu um comentario… ORRA Fred ! Ce não pode postar um texto desse domingo a noite dps de eu ter passado o dia pensando em coisas que tem super a ver com o que vc disse.. Resumindo : estou preferindo ser feliz a ter razão. ❤

  • Michelle Rodrigues disse:

    Como dá nota 10 para um cara que já é nota 10?

  • Ana Clara disse:

    que verdade mais bem escrita! justo hoje, onde o amanhã vem cheio de paixões hahahahaha você lacra os nossos domingos Fred

  • Michelle Rodrigues disse:

    Esse medo de nunca expressar o que sinto,nunca fez parte de mim,sempre fui desinibida demais para guardar sentimentos que devem está passeando mundo a fora…

  • Hirlana Rios disse:

    Mil emoções ao ler esse texto! Texto digno de um domingo.

  • Gabriela Sousa disse:

    Depois da chuva sempre há de vim um arco-íris. Uma paixão sempre vai vim, basta nos desapegar deste medo de viver cores em forma de sentimentos!

  • Julia Mendonça disse:

    Frederico.. Tenho te acompanhado desde a pré venda do teu primeiro livro, e mesmo assim, tu me surpreende a cada texto mais haha
    Super fã! ❤

  • Fernanda disse:

    Fred, eu literalmente precisava ler isso!
    Baita tapa na minha caara. ADHAUSDHAUSDHudhaudhaudU
    Ótimo texto, como sempre.. a cada leitura me apaixono mais e mais.. inclusive to aguardando o próximo livro. hehehe

    beeeijo

  • Lilian Rosa disse:

    Sobre eu me sentir escrevendo esse texto, em cada palavra. Por muito tempo a gente acha que somos maduros demais por “controlar” nossos sentimentos, e não sabemos a tamanha maturidade que se carrega um amor de verdade, a tamanha responsabilidade de carregarmos um outro coração nas mãos, e o quanto isso é maravilhoso! Poxa vida, esse texto em um domingo a noite é para matar, né Sr. Frederico!! <3

  • Karina Souza disse:

    Queria que as pessoas atualmente pensassem desse jeito, queria também melhorar no meu orgulho, mas acredito que eu esteja mudando, devagar mas to! É complicado, que reflexão esse texto ein. Obrigada Fred, agora o domingo ta completo. ❤️

  • Heloisa Carlesso Kampa disse:

    Que isso Fred!! Quer acaba com a gente num domingo a noite com esse texto?? Adooorei!! Foi um tapinha na cara de leves!! Hahahaha boa noite Fred!!

  • Rayana Minuzzo Douglas Pereira disse:

    Fred sempre me decifrando, parece que escreve os textos inspirado em minha vida <3

  • Jéssica Rocha disse:

    Nossa, fui lendo o texto rápido, com emoção que deu ,até uns apertinhos no coração. rs Super me identifiquei. Maravilhoso o texto, Fred! Como sempre! <3

  • Alessandra Vollmann disse:

    Digno de domingo <3

  • Daniele Gonçalves disse:

    Que sensibilidade incrível. Quando leio os seus textos fica muito mais fácil entender os sentimentos que vivem em mim. “Eu sou plena paixão e talvez devesse deixar isso mais claro, todos os dias, pra mim mesmo”.

  • Elane Pimentel disse:

    “Mas pouco sabia que controlar os sentimentos não era maturidade, mas medo.” Quanto medo vestido de maturidade. Hoje, ao invés de me arrancar um sorriso ou dois, vc me arrancou uma lágrima ou duas… mas foi por uma boa causa. Lindo texto, Fred! Boa semana ;)

  • Maria Cardoso disse:

    Ler seus textos sempre me incentiva a ser menos razão, viver a emoção e simplesmente deixar ser

  • Rebeca Clozel Petrovcic disse:

    E eu leio com aquele sorrisinho de canto de boca, de satisfação num misto de emoções e uma vontade, uma grande vontade de ser, de sentir só e puro amor…é isso, me deixar ser amor.
    O mais genuíno possível com tudo e com todos. Indo na contra-mão do mundo, com raríssimas exceções, assim como você. <3

  • Cristina Rodrigues disse:

    “Às vezes a gente fica pensando muito no que deve sentir, no que deve falar, e perde a naturalidade dos sentimentos. Perde a autenticidade, e a beleza, de sentir o que a gente sente.” Texto lindo, fechando o domingo com chave de ouro.
    Ps: Fred, sendo Fred <3<3

  • Dália Oliveira disse:

    Eu sou plena paixão e talvez devesse deixar isso mais claro, todos os dias, para mim mesmo. Missão cumprida como sempre, texto perfeito <3

  • Dália Oliveira disse:

    “Eu sou plena paixão e talvez devesse deixar isso mais claro, todos os dias, para mim mesmo.” Missão cumprida como sempre, texto perfeito <3

  • Claudinéia Freitas disse:

    Tava eu aqui escrevendo sobre mudaças e o quanto insistimos em mudar o que não quer/pode ser mudado, então vou na sua pagina e me deparo com esse texto. Como é possivel, ele agora lê pensamentos? Rsrs. Tudo que eu precisava essa noite. Texto perfeito. Muito obrigada Fred.

  • Raquel Lima disse:

    Um sorriso ou dois com esse texto.! Fred,você é excepcional, amo seus textos! ;)

  • Olga Lima disse:

    Como disse a Cristina, Fred sendo Fred <3 Ou Lico para os íntimos hahaha :3

  • Daniele Monteiro disse:

    Fred sendo perfeito como só ele pode ser! Sempre escrevendo a minha vida nos seus textos!!
    Obrigada por mais uma vez trazer cor ao meu final de domingo! Bjo grande!!

  • Aymeé Helena de Oliveira disse:

    Os traumas que passamos na vida, tranca nosso sentimento em uma gaiola.
    Acho que também está na hora de abrir essa minha gaiola. Sou amor, sou sentimento puro, sou uma criança livre para imaginar meu príncipe novamente porém, desta vez pronta para aceitar seus defeitos (começando por não chegar de cavalo).

  • Mikaele Tavares disse:

    Lindo texto para uma noite de domingo e começar a semana bem. Que o amor sempre ande junto com a maturidade. Beijos

  • Ialle Rocha disse:

    Maravilhoso <3 decidir vim ler seus textos atraves do snap, e nunca irei me arrepender disso, parabéns Fred <3

  • Daniella Novais disse:

    Às vezes sentimos que é mais fácil mascarar os sentimentos, deixamos de dizer o que sentimos, por medo. Porém, tudo passa e entrega às vezes é bom, não apenas entrega de mim, mas para mim. Fred você é ( não sei te descrever com um adjetivo bom o suficiente, caso você leia pense em um bem legal).

  • Anna Carolina Alencar Santos disse:

    Amo seus textos Fred.. Perfeitos como sempre!
    !

  • Larissa Santos disse:

    Isso é tudo que eu preciso ler todos os dias e ao mesmo tempo tudo que não quero ler.
    Tocou na ferida logo no Domingo?!

  • Glaucia Mitie Koga disse:

    Lindo lindo lindo!! Valeu a espera!!

  • Maria Clara Coelho Alves disse:

    Nossa, sabe quando você ler algo e ver uma descrição da sua vida?? Bom foi exatamente isso que aconteceu, me identifiquei demais… Apaixonada por esse texto

  • Eric Spagg disse:

    “É muito fácil viver sozinho. É muito fácil guardar o que temos vontade de falar para a gente. Difícil é ter coragem de dizer e aguentar as consequências das palavras. Difícil é deixar o sentimento ser maior que o orgulho. Difícil é entender que a solidão pode ser momento, mas não a fuga eterna do amor.”

  • Rafaella Buligon disse:

    por cada leitura nova e cada sorriso (na verdade milhões deles kkk).. Muito obrigada por fazer das minhas noites mais felizes e acredite, nos últimos tempos as coisas tem se encaixado muito entre seus textos e a minha vida! SIOSIAOSASOO’ Que você continue me descrevendo sempre, por mais que doa, como hj.. E dai se eu sou paixão? Bjs Freduco :$ <3

  • Raquel Mello disse:

    Ótimo texto..
    E é inacreditável que todas as pessoas vivem e sentem isso, mas por medo de ser julgados ou de não ter um “final feliz” não se arriscam.
    Mas porque não? É sempre melhor olhar para trás e pensar: caramba eu fiz isso.
    Do que olhar para trás e pensar: talvez poderia ter dado certo.

    Parabéns pelo dom de escrever e que com esse dom e essa sensibilidade conseguir tocar o coração do leitor.

  • Raquel Cavalcante disse:

    Queremos tanto controlar o que sentimos que acabamos nos perdendo em nós mesmos, perdemos a essência do momento e até mesmo oportunidade de sermos felizes.
    Hoje em dia, estou descobrindo como é bom expor sentimentos, acho que eu amadureci um pouquinho em relação a colocar as cartas na mesa e dizer como estou me sentindo, já que antes eu guardava tudo para mim e acabava sufocada com as palavras e a falta de reação do universo aos meus sentimentos tão fidedigno, o medo de não ser aceita, criticada ou zoada sempre foi um daqueles soros paralisadores que me prendia no meu próprio eu me impossibilitando de me dividir com as pessoas de minha convivência, sorte a minha que mesmo estando mais velha e depois de vários tombos eu ainda tive oportunidade de mudar isso e ousar nas minhas vivências e escolhas.

  • Jaqueline Santos disse:

    Texto de tirar o fôlego, como todos os outros!
    E respondendo seu Snap hahahahahah Cara, você mostra essa paixão a cada texto que escreve, e como leitora eu sinto isso a cada linha! Não sabemos oque há reservado pra nós nesse mundo né , mas isso certamente me parece o jeito certo , e cá entre nós, que você continue escrevendo, é um sonho tão nosso, quanto seu!

  • Li Alves disse:

    Pqp Fred, vc sempre arrebenta nos textos e hj arrebentou minha cara tbm…amanhã estarei com os olhos super inchados de tanto chorar, cara*#o não consigo explicar todo sentido que fez pra mim…. E em mim ❤️

  • Joyce Ferreira disse:

    Justamente isso que eu precisava “ouvir” , sinceramente acho que preciso ser sincera comigo e com meus sentimentos, tem horas que não dá pra guardar tudo o que sente, porque amor guardado sufoca e faz doer. Preciso expressar meus sentimentos, deixa-los fluir. Preciso ser amor!

  • Hanna Ferreira disse:

    Texto ótimo para fecha o domingo!
    Sensacional ,Fred, você merece todo sucesso,amor e reconhecimento do mundo,pelo seu trabalho.

  • Rita De Cassia disse:

    Belo texto……. Parabéns menino!!

  • Taís Andrade disse:

    Na maioria do tempo tento entender pq isso acontece com agente??? Pq mudamos e nos tornamos tão duros com nós mesmos?? Sinto falta de toda a coragem que eu tinha em seguir em frente sem medo do que podia dar errado e deixar meu coração bater mais forte sem me importar se eu podia ou não sentir aquilo naquele ou em outro momento!!!

  • Alanna De Araújo disse:

    “Deixar sentir. Deixar ser. Deixar rir das dores.” isso é tão complicado mas to tentando. Hahaha ótimo texto como sempre, nunca comento maaas senpre leio principalmente os de domingo que na minha humilde opinião são os melhores ;)

  • Jeyse Pereira disse:

    Sempre leio seus textos, tenho seus livros,mas nunca comentei aqui. Porém esse texto não tenho como deixar passar. Vc traduziu tudo que vinha eu sentido e remoendo dentro de mim nesse fim de semana.
    Obrigada por colocar em palavras um sentimento que estava precisando traduzir. Obrigada por me ajudar a me entender , mesmo sem saber.Cada dia sou mais apaixonada pelo seus textos e claro por esse sorriso lindo. ^_^ ^_^

  • Gabrielle Nunes disse:

    Esse veio no momento certo, valeu Fred <3

  • Sérgio Barros disse:

    Que dom maravilhosos você tem !!!
    Continue escrevendo e nos agraciando com suas belas palavras.

  • Bruna Botarelli disse:

    Obrigada por mais um texto maravilhoso, Fred.

  • Amanda Gabriel disse:

    Fred sendo Fred ! Perfeito como sempre !!!
    Amo esses textos que você mostra que existem fases da vida … Momento em que nos cegamos cm a razão , mas oque importa é sentir cm o coração sempre !
    Sensacional ! :)

  • Estefanii Kenor disse:

    Tive um lindo Djavú!♡

  • Nery , Isa disse:

    Caraaaaca!!
    Comoo amooo esses textos do Fred ❤
    Melhor coisa pra fechar um dia com chave de ouro

  • Maísa Vieira disse:

    “…É muito fácil guardar o que temos vontade de falar para a gente. Difícil é ter coragem de dizer e aguentar as consequências das palavras…” Pois é, como é difícil tomar essa dose de coragem ou loucura, talvez. Ficar presa ao medo, às reações, ao choro e também não menos ao orgulho… Sempre bom ler e se identificar, quisera fosse tão fácil agir, quanto ler. Obrigada Fred.

  • Lidiane Nascimento disse:

    Estou preferindo ser feliz a ter razão!! Que delicia, velho…Obrigada Fred pelo texto maravilhoso…

  • Gustavo disse:

    Me identifiquei! Otimo o texto,acho q o problema da “humanindade ” hoje em dia eh essa carencia de se sentir na obrigacao de ter alguem do lado,confiar todas as fichas e se decepcionar…e acabar q viver na solidao por um tempao,sem aproveitar quem de verdade ta ao seu lado,e vc nem ai. Hoje em dia,a alguns dias,estou mudando essa ideia,e esse texto so melhorou meu ponto de vista! Genial

  • Marina disse:

    Obrigada por me confortar, Fred! Você não sabe o quanto isso me tocou! ❤️

  • Amanda Almeida Romão disse:

    Eu nem tenho como colocar a minha parte favorita aqui desse texto, porque eu amei do começo ao fim. Obrigada pelos textos, ou melhor, sentimentos incompreensíveis narrados de forma tão única por você, especialmente nos domingos. Começando a semana muito bem! Mais uma vez, obrigada. ❤

  • Hilária Alves disse:

    Não leio aqui com tanta frequência, mas sempre tenho a sorte de ler os textos certos na hora certa. Esse texto foi escrito pra mim, hoje!

  • lipe disse:

    Ent é por isso q sempre penso q vou esbarrar nos livros de alguma garota na faculdade.

  • Biah disse:

    Ser paixão é viver a melhor fase da vida todos os dia *-*.
    Paixão transborda paixão e o mundo fica mais bonito.
    Obrigado <3

  • Rachel Medrado disse:

    Eu tava mesmo precisando ler um texto como esse, apesar de já ter meio que me tocado há um tempo dessa besteira que é guardar oq sentimos por medo. Talvez eu ainda tenha um pouco desse medo, de falar, e talvez ainda guarde muitas coisas tambem kkkk depois de determinadas experiências da vida, mas que bom que tenho textos como o seu que parecem sempre entender tudo aquilo que rodeia nossas vidas. Obrigada sempre!!

  • Talitha Willock disse:

    No final de tudo só nos arrependemos do que não fizemos.
    As besteiras feitas, ditas e pensadas fazem parte de uma vida leve.
    -Lindo texto Fred gostei muito.

  • Eduarda Figueiredo disse:

    Mexe com meu coração desse jeito. Efeito fred elboni haha Realmente é triste como a gente perde tempo querendo ter razão, não só no que diz respeito ao amor né. Mas é um exercício, de vez em quando a gente esquece de viver, mas que bom que vc tá aqui pra nos lembrar (:

  • taty disse:

    oi fred fazia tempo q n lia seus textos e seus videos confesso, mtas coisas pra fazer e eu sempre te acompanhei de longe n sou mt de comentar mas sempre absorvo mta coisa, mas hj eu n sei pq sonhei com vc foi um sonho rápido nada demais, mas agora eu indo dormir vi no insta q vc tinha postado um texto hj. quando comecei a ler era como se um espelho tivesse na minha frente e eu vi anos passarem e vi meu presente tb…… como eu tenho medo d tudo me sinto tão fraca por isso e odeio ter medo, e sinto medo d mim mesma de fazer escolha hj q podem me machucar mt la na frente em contra partida q me daria uma felicidade imensurável hj….. e eu sofro com meu mundinho e meu medo, mas no meio da minha segurança de q o futuro vai ser melhor e q o meu hj é só uma fase….. desabafei aki né….. kkkk desculpa mas hj o cenário estava perfeito pra eu me abrir pra vc, mesmo n te conhecendo pessoalmente vc conseguiu entrar na minha alma e descrever exatamente o q eu estava sentindo! talvez n mude meu medo mas que me aliviou hj isso é fato!!!! um bj até……

  • Hallana Zollet disse:

    “Hoje prefiro aprender a lidar com a dor do que mudar a essência do que sempre fui…” Um tapa da minha cara, sinceramente, eu estava precisando! Obrigada sempre Fred <3

  • Fernanda Santana disse:

    Obrigada por me descrever em Palavaras Fred! Você é sensacional! Tem uma escrita tão fluída e envolvente que, literalmente, faz a pessoa pensar que o texto foi escrito para ela. Um dia espero ser uma escritora no mesmo nível que o seu. Admiro e acompanho seu trabalho e lhe imploro para que nunca pare de escrever e nos encantar!! Eu Te Amo Fred!

  • Aryane Rodrigues disse:

    Freeeed, meu lindo, depois eu digo que seus textos de domingo são os melhores e me destroem você acha que é exagero! Sua criatividade parece ganhar ainda mais luz aos domingos a noitinha <3 E é essa essência que eu tanto amo, que eu tanto procuro e que tanto me liga á você!
    Eu sou e sempre fui o oposto desse texto, sempre fui puro amor, puro coração! Sofri, sofro e ainda vou sofrer muito por ser assim, mas aprendi que prefiro pagar o preço com lágrimas e com muita saudade, a ter que deixar de sentir o que eu tenho vontade, o que grita dentro de mim. Sempre preferi "ser feliz a ter razão". Colecionei amores impossíveis, incompreendidos, malucos. Tantos amores platônicos, efêmeros, eternos na memória, porque sempre me permiti ser alguém de coração aberto, sempre desarmada e por isso, tantas vezes ferida! Mas nunca desisti de amar, nunca desisto do amor, porque é ele que dá sentido aos nossos dias <3
    "…prefiro aprender a lidar com a dor do que mudar a essência do que sempre fui." Sempre preferi, sempre vai ser a minha preferência, viver as delícias de um amor e só depois curar os joelhos ralados, o coração quebrado e os olhos inchados de tanto choro – se ele partir. Afinal, uma hora ou outra a gente esbarra em alguém que traga mais paz do que turbulência e isso valerá a pena todas as outras vezes que não deu certo <3

    #LoveFred #AmoEssaEssencia #SemMedoDeAmar #MaisCoragemPraSentir #SouUmSentidorCompulsivo #TextoDeDomingoAnoitinha <3

  • Rita disse:

    Me identifiquei do início ao fim!
    Fred arrasando como sempre!

  • Thais Allana disse:

    “Se eu sou paixão, por que me fazer rigidez?”

    Acho que isso vale pra tudo na vida. Uma vez ouvir um senhor muito velhinho dizer: “Se vc faz tudo com paixão a vida envelhece muito devagar. E envelhecer devagar possuem suas vantagens, menina”

    Acredito que ele tinha razão… 89 anos com coração e folego de quem tem 21.

    Texto super hiper mega power sensacional.

  • Aline Alves disse:

    Ahhhhhhh que aperto no coração :( , falou tudo o que estava precisando ler… Como sempre, você arrasou! Sou sua FÃ, e não, não me canso de repetir isso. ;)

  • Thais Fernandes disse:

    Fred, Fred, Fred! Você nem imagina quão gratificante é ler algo assim antes de dormir ou bem cedinho ao acordar, muito bom ter esse “contato” TÃO humano!!! O dia se torna muito mais leve com essse “despertar” de que ainda existem pessoas que sabem desligar o modo “automático”. Me surpreende o modo que consegue descrever tão bem o que sinto, e as vezes, “decifrar o que ainda irei sentir!!

    Sou tua fã “tcha na na” HAAHAHAH

    Fico muito feliz com seus textos! E ansiosa pros próximos!

    :*

  • Carol Dias disse:

    É mais ou menos o que sempre falo e/ou faço. Quando falam de signo, sempre citam que capricórnio seja mais racional do que sentimental, e eu concordo. Mas não tem nada a ver com signo ou personalidade, acho que seja mais por vontade própria. É uma privação que eu faço com meus sentimentos, por traumas anteriores, por decepções da vida e por medo de acontecer novamente o que eu sempre acredito que vá acontecer: que eu sofra no final. Lindo texto!
    sob-crescer.blogspot.com

  • Tati Pereira disse:

    Mds… Perfeito!!!
    Compartilhando com Deus e o mundo em 3…2…1!!!

  • Patrícia Flávia Marcondes disse:

    Descreveu o momento no qual estou passando.. Nao importa o q vai nos custar, o q importa eh ser feliz.. A felicidade de hj, nos encoraja a enfrentar as dores de amanhã. :)

  • Nataly Galvão disse:

    “A razão tira a alegria, tira o frio na barriga, tira o medo de ser feliz. E a felicidade precisa de medo, pois é com ele que vem a surpresa de ser feliz novamente. Usar a inteligência para administrar os sentimentos é um vício dos traumas. Então ciente de que, junto com os amores, o tempo passa, estou preferindo ser feliz a ter razão.” Como sempre arrasando Fred, muito lindo esse texto!

  • Gabriela De Jesus Antonio disse:

    Engraçado, que a cada frase do texto me remeteu as situações diversas da minha vida. Até mesmo daquelas que não diz a respeito somente do relacionamento entre o homem e a mulher. Obrigada Fred, por ser tão reconfortante ❤

  • kelbya C. de Brito disse:

    Olá querido Fred :) venho acompanhando seu blog a algum tempo mas nunca tinha parado pra comentar (talvez por vergonha kk ou sl) adoro seus videos e textos, sério são muito bons parabéns. E esse texto ”Se sou paixão, para que mudar?” me fez abrir os olhos então obrigada! E como vc mesmo mencionou no texto que é muito fácil guardar o que temos vontade de falar para a gente, resolvi não guardar a admiração que tenho pelo seu trabalho e te dizer que meu vc realmente tem talento pra coisa, uma sensibilidade pra escrever bonita de se ler, continue assim que vc vai longe. Bjs e abraços de uma grande fã <3

  • Laila Portella disse:

    Q coisa mais linda..a arte d viajar nas palavras d alguem..qdo vc percebe..q a pessoa disse tudo q vc queria dizer..parabens! :*

  • Nina Lemos disse:

    Impressionante como descreve exatamente meu momento… Obrigado por me fazer sentir q não sou só eu quem tem medos e frustrações amorosas… Obrigado por descrever em palavras oq passa no meu coração….

  • Sabrina Rocha disse:

    talvez no mundo atual as coisas se dificultam mais, com tantas decepções é mais fácil criar uma camada de gelo no coração.Ser você mesmo e esperar que alguém venha e derreta essa camada de gelo! ouvi dizer que toda panela tem sua tampa…

  • Mariana Cunha disse:

    Não sei como vc consegue descrever as emoções e fases de uma forma tão realista, que a gente consegue se ver em todo o texto. *-*
    Estou nessa fase, em que a gente toma a consciência da verdadeira maturidade e concordo com você quando diz que a solidão é mais facil…
    Obrigada Fred, por organizar a minha cabeça na forma desse texto! rs

  • Alessandra Asevedo disse:

    “Se eu sou paixão, por que me fazer rigidez?”

    Essa pergunta marcou. Se eu sou feita de amor, paixão… Se sou feita de sentimentos, por que ser razão? Deixa ser, deixa viver. Eu sou sentimentos, e, bem, prefiro ser assim do que ser pedra ou orgulho. Obrigada por me fazer perceber isso, Fredinho!

  • Bruno Menezes disse:

    Eu nunca me identifiquei tanto com um texto como o seu agora. Como todo homem, já passei por grandes desilusões nessa vida, e por um certo período eu acreditei realmente que se apaixonar era um erro, que o amor era uma fraqueza que deveria ser extirpada de dentro de mim. Hoje um pouco mais maduro e consciente, vivo um relacionamento feliz, leve e diga-se de passagem, bastante promissor.
    Assim como você Fred, sou um eterno romântico, e já desencanei dessa ideia de que homem não pode sentir nada, tem que ser uma “estátua de sentimento”. Se somos paixão, para que mudar né? :)

  • Ana Heidern disse:

    ”um dia a gente aprende que o final feliz não é garantido”.

  • Julia Passeri disse:

    “Às vezes a gente fica pensando muito no que deve sentir, no que deve falar, e perde a naturalidade dos sentimentos. Perde a autenticidade, e a beleza, de sentir o que a gente sente.”

    Devemos ser quem realmente somos, dizer o que realmente estamos sentindo, ser verdadeiros primeiramente conosco mesmos para aí sermos com o próximo. Perdemos momentos incríveis, oportunidades, por pensar no que devemos sentir ou não, no que vão pensar se dissermos o que sentimos. Deveríamos viver cada dia como se fosse o último, como se não fosse haver outra oportunidade de dizer o que queremos dizer.

  • Lara Fernandes disse:

    Sério, um texto tão puro e tão apaixonante….vejo agora através desse texto que sou uma menina apaixonada por sentir paixão. Feliz *-*

  • Luiza Aguiar Falci disse:

    Texto lindo!! É muito dificil continuar sendo paixão assim quando todo mundo te diz pra “parar de besteira”, “deixar isso pra lá”… mas mesmo tentando disfarçar esse sentimento continua dentro da gente, resistindo firme :)

  • Stefany Ferraz disse:

    Como não me identificar nesse texto? Acho que li meus últimos 18 anos de paixões desenfreadas em apenas 2 minutos. Era tão fácil gostar de alguém, tão simples e depois de muitas marcas e muitas noites mal dormidas por soluçar de tando chorar tenho cada vez mais medo de me machucar e perco a oportunidade de deixar alguém um sincero amor me dar.

    E quando eu finalmente encontro alguém assim, qualquer erro dessa pessoa já me faz querer terminar com tudo antes que eu “me machuque mais”. Por quê?

    Porque é assim que as pessoas se protegem, elas simplesmente fecham seu mundo, assim como a música da grande Danni Carlos “Não aceito turistas. Meu mundo ta fechado pra visitação”. Eu não quero que minha vida seja um reality show, só quero que uma pessoa compartilhe dessa vida comigo. Mas esse parece um sonho tão distante…

    Obrigada por abrir meus olhos.
    De uma grande e nova fã,
    Stefany Ferraz

  • Emilly Buscaroli disse:

    Eu simplesmente amo esse Fred cara!!! Meu sonho é te conhecer e te dar um suuuuper mega abraço – e tirar aquela selfie básica- melhores textos ever . Lindo <3

  • Emilly Buscaroli disse:

    TEXTO MARAVILHOSO, VOU MANDAR O PEDRO LER. ELE TA PRECISANDO SER MAIS LEVE DE CORAÇÃO

  • Emilly Buscaroli disse:

    Esse é meu novo texto favorito do Fred gente, como ele consegue escrever cada um mais lindo que o outro, aquele texto que te lê a alma interia, que dá aquele arrepio de tão verdadeiro e gracioso. @fredericostewerselboni:disqus me lê, sou sua suuuuper fã. Amooooo . To me impolgando

  • Hannah Paraquett disse:

    Esses tapas na cara são sempre bem vindos! Gosto quando leio algo capaz de chacoalhar tudo o que parece estar no lugar, que proporcionam essas epifanias..
    Obrigada pelo teu talento, Frederico

  • Débora Cristina disse:

    Esse texto me descreveu muito, muito mesmo. Fiquei boba ao ler e me ver nessas palavras. Depois que eu comecei a ler seus textos, ver seus videos -e agora to a espera dos seus livros- eu comecei a saber lidar mais com os meus sentimentos, há me abrir mais e falar mais sobre eles, a verdade é que você tem me agregado muito e com certeza eu to muito feliz com isso. Muito obrigada por você descobrir que sua paixão é escrever porque você tem mudado vidas com isso -pelo menos a minha- Você é um cara incrível.

  • Thainara Silva disse:

    Frederico, que amor de palavras! <3

  • Bárbara Candelaria disse:

    meu caro colega, eu só te digo uma coisa, temos a mania de valorizar aquilo que lá na frente não nos trará significado algum, temos mania de querer ter ”liberdade” de coisas que lá na frente serão vazias… as vezes fazemos tudo isso a cima, e de nada adianta… poucas pessoas sabem lidar com o amor… vejo muitas falarem que sabem e não valorizando oque tem na mão… o amor por si só não enche barriga de ninguem… o amor é feito de construção… CONSTRUA.

  • Priscila Costa disse:

    Só discordo de vc Fred numa coisinha, que vc fala: “Mas pouco sabia que controlar os sentimentos não era maturidade, mas medo.”

    Pra mim é maturidade, porque eu considero ser prudente com os sentimentos um sinal de maturidade, mas não digo que vc deva se controlar pra sempre tbm, pq se vc faz isso o tempo todo aí sim é medo. Mas de resto amei o texto, mas amar vale mais q se apaixonar né? eu gosto de coisas duradouras, que elas sejam sempre salpicadas de momentos apaixonantes. ;)

  • Thatá Oliveira disse:

    PQP! meu rosto deve ter ficado vermelho com o tapa.

  • Iris Oliv disse:

    Lindo ver gente assim, que mesmo com tanta dor ainda consegue ser amor, ser paixão, ser.
    Texto massa, parabéns ;)

  • Karla Montenegro disse:

    Se alguém me dissesse que escrevi este texto e perdi a memória, eu acreditaria. Me identifico em cada palavra, que coisa doida <3