Esta foto é sua?

Seja quem você é, do jeito que der

A gente acha que tem que ter o melhor corpo aos 19, achar o amor da vida antes dos 30, ter certeza absoluta do que quer fazer, para o resto da vida, aos 17 ou 18.

A gente acha que tem que ter a melhor pele, o melhor cabelo, o melhor sorriso o tempo todo, porque “ai” de quem demonstra fraqueza, é chato, é um porre, ninguém aguenta. A gente acha que tem que ter o melhor emprego assim que sai da faculdade, ter muito dinheiro logo de cara, que a gente não vai viver por completo se a vida não estiver resolvida até os 35, no máximo.

Mas a verdade é que a vida não se resolve porque muda o tempo todo e que bom que é assim. Tem gente que acha o amor da vida aos 50, que muda de emprego aos 40, faz outra faculdade aos 36 ou larga a faculdade aos 20 para viajar pelo mundo antes de decidir o que quer. E tudo bem. Normal. Tá tudo certo e se não está, vai ficar.

A gente tem uma ansiedade tão louca de viver tudo de uma vez que acaba não vivendo intensamente cada fase. Que bobeira. Desacelera aí. Eu desacelerei. Não tenho o melhor corpo, mas com paciência e treino eu chego lá porque eu quero e não porque me foi imposto essa condição. Outra coisa é isso: A gente acha que tem que viver segundo os padrões da sociedade, como peças de um quebra-cabeça e demora a descobrir que na verdade nós somos, cada um, um quebra-cabeça.

Se você não tem um corpo que estampa a revista, o cabelo da propaganda do shampoo, a pele de pêssego da sua amiga, se você ainda não sabe o que quer fazer da vida, se você tem 19, 30 ou 60, tá tudo bem. A vida é isso aí. É tentar descobrir o que é melhor pra gente, é desbravar o caminho da felicidade. E olha… O caminho da felicidade é diferente para cada um.

Abrace suas diferenças, faça aquilo que te deixa bem. Se quiser mudar, muda, se não quiser, não muda.  Se quiser chorar em público, chora. Se quiser rir no meio da rua, ria. Só não deixa de ser quem você é por nada e nem ninguém. A vida é sua e desde que você respeite a vida e a liberdade do outro, o que você faz com ela, é seu. É a sua história.

Comentários