Esta foto é sua?

Sempre acreditei na felicidade

Eu sempre acreditei que a gente poderia ser feliz. Não esse feliz de comprar carros, casa, ter as coisas e uma conta bancária de fazer inveja. Mas um ser feliz de rir das piadas sem graça um do outro, de acordar sorrindo só de dividir a cama e passar geléia no nariz do outro só pra implicar. Longe de ser comercial de margarina, mas perto de conseguir sempre enxergar que a gente fez a escolha de ficar junto. É renovar a certeza diariamente de que era exatamente isso que a gente estava procurando.

Eu sempre tive certeza. Tanto é que durante as brigas, eu era o primeiro a sair correndo e pedir desculpas. Algumas vezes você tinha razão, noutras não. Só que eu não iria ficar emburrado e esperando que o seu orgulho viesse dizer que estava errado. Acho que amar é isso de entender que a outra pessoa pode ter todos os defeitos, mas você os aceita e sabe que são as qualidades que valem. Acho que as coisas boas que você sempre despertou em mim me fizeram agarrar fortemente a possibilidade de estar sempre aqui.

Sempre é uma palavra engraçada, né? Quantas vezes a gente não disse um “sempre” e no minuto seguinte fazia o contrário? Tipo “nunca”. Eu lembro que sempre dizia aos meus pais que nunca namoraria alguém que espreme o tubo da pasta de dente pelo meio. Você toda hora que vai escovar os dentes precisa tirar a pasta apertando o meio. Já cansei de falar, mas você desdenha dizendo que eu preciso tratar o meu TOC. E a gente cai na risada.

Confesso que às vezes fico impressionado com o nosso nível de bobeira. Tenho certeza que nossos filhos ficarão com vergonha puxando a nossa roupa e dizendo “ai, que mico!” enquanto a gente faz alguma graça. Sorrir contigo é uma das melhores coisas que já fiz na vida. Fazer amor também, claro, mas é que viver a delícia de fazer parte da tua mais verdadeira alegria é me sentir completo como ser humano. Acho que a gente vem à terra com algum propósito, e o meu é te fazer sorrir.

Talvez tenha sido essa a melhor razão para ter essa certeza inata em mim. Sempre soube que a gente poderia ser feliz. Você pode até me perguntar se eu também não previ as dificuldades e tudo mais. Vi, sim. Só que eu sabia que se a gente construísse algo sólido, qualquer dificuldade iria servir para reforçar nossas estruturas. E ainda bem que essa previsão se confirmou. Ou, melhor, vem se confirmando a cada dia. E eu sou grato por ter a chance de viver os meus dias com você.

É capaz de alguma pessoa mais velha e com um relacionamento mais duradouro olhar para a gente e dizer que a gente “ainda não viu nada da vida a dois”. É capaz de apontar maiores entraves, piores cenários e achar até que estamos vivendo só uma fase “tranquila”. É possível que algumas pessoas não entendam nós dois e fiquem perguntando se estamos certos do que queremos. Não vou discordar de nenhuma colocação feita. Sabe por quê?

Porque quero aprender todo dia alguma coisa nova sobre você e sobre como te fazer bem.

Quero viver todas as fases de que temos direito. Quero ser esse companheiro que você diz ser incrível (e que me deixa bem encabulado), mas que é apenas um tanto esforçado. Meu bem, eu sempre soube que poderia te fazer feliz porque também sempre soube que seria muito feliz se estivesse consigo. Acho que, no fundo, a gente apenas faz valer a recíproca. Mais verdadeira impossível.

;))

Comentários