Esta foto é sua?

Tanta coisa para falar..

Que eu não sei por onde começar. Foi nessas andanças que eu te vi adiantar as coisas que nós dois passamos e que poucos surgiram para nos acompanhar.

Eu sei. A sua falta vai sarar. Daqui a alguns anos eu vou observar a sua foto na minha timeline e alguém a te desejar a sorte que foi ter encontrado um verdadeiro amor para recomeçar.

Talvez eu não esteja mais aí, talvez eu deseje o mesmo para mim, de longe, talvez eu toque nas nossas fotos e veja como ligávamos nossos sobrenomes.

Já vai ter sido passado. Eu não vou mais te dizer se era você ou não que estava errado. Vou engolir todos os motivos razoáveis o suficiente que teriam me feito ter te procurado.

A distância dói um bocado, mas não é no novo amor em que tudo é curado?

Quantas são as nossas certezas e fatos que acabaram perdidos no meio do nosso caminho inabalável? Existe maior impacto do que te perder da nossa história, sem ela ao menos ter decentemente começado?

Eu queria ter tido mais oportunidades para poder virar minha cabeça e te encontrar do meu lado, com aquele sorriso bobo para me consolar que você tinha chegado

Para ficar

Para sempre

Sem nem conceber o que já tinha destino certo para estar acabado.

Depois de tantas brigas, eu só desejei ter o amor enterrado, mas agora olhando daqui. Você me parece bem melhor agora do que no nosso retrato, se é que… Isso é sensato.

Engraçado… Se eu pudesse pedir por algo, em toda a minha vida, é que a gente pudesse ter voltado e eu pudesse apagar todos os nossos medos, construindo um novo e limpo passado, sem ter nos arriscado a nos perder assim… 

Em pedaços.

“Para evitar qualquer estripulia, para você viver a sua vida, eu enterrei meu barco.”

Comentários