Terça com Fred #31

Terça com Fred #31

Faaaala galera sensual, mais uma Terça aqui pentelhando vocês! Ihaaaaaa!

Como vocês sabem, ou deveriam saber, estou matando a saudade de casa. Na verdade era para eu ficar somente alguns dias por aqui, mas resolvi dar uma ajuda para dona Giovanna – minha mãe – e ficar mais um pouco. Comer comida de mãe vale por qualquer rodízio de Sushi. Nem tanto Frederico, nem tanto… Resumo meu e da minha mãe vendo filme. Somos zica hahahaha!

Ah, queria avisar que logo terei uma novidade super-foda para vocês, estão preparadas para viajar comigo? Siiiim, aguardem que o negócio será demaaaaaais. Vocês vão pirar, e eu também, claro. To ansioso, to ansioso…

Não sei se vocês sabem, mas agora temos uma versão mobile adaptada para você ler o blog no celular. CHEGA DE ZOOM! Então, se você estiver pelo celular, você já sabe disso hahaha! Se não estiver, teste e diga o que achou! Veeeeeeem cá. Digo, vaaaaaaai lá hahaha!

Esses dias estava lendo um livro do Kant que falava algumas coisinhas sobre amor e, no meu momento de ócio, resolvi juntar tudo que tinha lido sobre o que os filósofos achavam sobre o amor. São opiniões totalmente distintas e todas com um fundo de verdade. Mas acho legal ler um pouco de cada para abrir os horizontes. E lendo sobre, pensei: o que será que vocês acham?

Então hoje eu queria algo bem simples de vocês. Queria que vocês resumissem o amor em uma palavra. Sim, somente uma. Segurem a ansiedade e a sensação de querer explicar demais. Não se preocupem se alguém não entender, pois, ela tem que fazer sentido pra você, não para os outros. Como eu sempre digo, acredito que não haja sinônimos na língua-portuguesa, para mim cada palavra tem o seu momento e sua colocação, então escolham bem a sua palavra. E como eu disse, se livrem de explicações. Só se quiserem comentar sobre outra coisa hahaha!

Para mim a palavra é: Compreensão.

Comentários