Esta foto é sua?

Todo mundo precisa de um pouco de sofrimento

É, não quero me fazer de louco e indiferente a dureza da vida real e todos os problemas graves que assolam a vida das pessoas. Mas convenhamos que essa é uma verdade: sofrer um pouco de vez em quando não é de todo mal. Na realidade é essencial ao crescimento que a gente sinta o peito apertando e levando angústia a cada pontinha do corpo, as maçãs do rosto ardendo de raiva, revolta ou insatisfação, a cabeça fervendo a mil por hora nos obrigando a rolar na cama por horas a fio tentando achar uma maneira de entender a razão de algumas coisas darem errado.

Toda essa aflição por ter levado um ‘não’ na cara, perdido uma chance única, caído do cavalo, ter o orgulho gravemente ferido ou qualquer outro motivo que tenha feito o destino rir dos seus planos é algo que deveria ser comemorado se não parecesse tão mórbido. Acontece que somos movidos pela obrigatoriedade. Muita opção, tempo e liberdade de escolha só faz com que sejamos moles, frágeis e preguiçosos, fracos, egocêntricos, chorões e pseudo-injustiçados pelas consequências. Tomar um pau da vida ajuda pra caramba a fortalecer a mente e o coração. Vai dizer que não? Quando você é obrigado a achar uma resposta, a seguir em frente ou procurar uma solução, você acaba encontrando. Irremediável mesmo é só a morte. No mais, todos os aspectos da vida são ajustáveis.

Não conseguiu aquela oportunidade na empresa que você tanto queria? Ótimo.
Riram da sua performance fazendo o que você julga ser a sua melhor qualidade? Muito bom. Quebraram sua cara e despedaçaram seu coração em migalhas? Perfeito.

Aí você entenderá que a sabedoria popular ensina muito mais que a gente vê superficialmente. Te apega nos versos do Capital: “Nem tudo é como você quer, nem tudo pode ser perfeito. Mas pode ser fácil se você ver o mundo de outro jeito”. Ou senão naquele samba que tem quase sessenta anos, muito mais tempo que esse seu sofrimento: “Reconhece a queda e não desanima. Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima”.

Não importa qual seja a sua condição financeira, de onde você veio, o que você já fez. De gente talentosa e fracassada o mundo está cheio. De gente que reclama e se sente prejudicada, todo mundo já está farto.

Valorize as suas conquistas e as coisas simples que são as melhores da vida. Aproveite e desfrute da companhia daqueles que estão ao seu lado. Sonhe alto, faça objetivos e saiba que a maioria das coisas não vão sair conforme você planejou. Dane-se. Ajuste-se a situação, mude, molde-se, revolucione-se.

Você foi agraciado com o que é necessário para realizar seus sonhos, você talvez apenas ainda não tenha visto. O que está dentro às vezes é fundamentalmente mais importante do que lhe cerca por fora. Mas se você ainda não viu, fica tranquilo que a vida vai lhe trazer um pouco de desgosto para lhe obrigar a encontrar isso.

Todo mundo precisa de um pouco de sofrimento para conseguir valorizar o que realmente importa.

Comentários