TubbyApp – O tapa com luva de pelica Esta foto é sua?

TubbyApp – O tapa com luva de pelica

Creio que não houve assunto mais comentado por toda internet nas últimas semanas do que o aplicativo Lulu, o qual já foi abordado pelo Fred e sinceramente não preciso acrescentar uma vírgula ao que foi dito pelo mesmo.

Entretanto, nos últimos dias havia uma expectativa muito grande, tanto por homens quanto mulheres do aplicativo Tubby App: esse prometia fazer o mesmo (e até melhor) o que o Lulu já faz, mas os usuários seríamos nós, homens.

Mas, surpreendentemente o que se viu nessa madrugada não foi o lançamento de tal aplicativo, mas sim uma grande campanha contra a objetificação das pessoas.

Se ainda há dúvida, dê uma olhada nesse vídeo que eles produziram com as legendas em Coreano:

Veja o vídeo e ative as legendas (sim, ative as legendas):

Caso não tenha entendido, clique aqui.

Confesso que a “trollagem” foi genial, e melhor, foi um grande tapa com luva de pelica ao público feminino que utiliza o Lulu, pois pela primeira vez nós homens conseguimos ir contra nossa natureza de escrotisses elevadas a décima potência para dar essa “lição” nas Luluzinhas, e acreditem, como já falei no caso da Fran, homens quando querem se portar de maneira imbecil o fazem com uma maestria singular.

Bom, ok, é isso então? Não. Infelizmente eu temo que algum aplicativo como o Tubby ainda seja lançado, afinal alguém vai ter o lapso de imbecilidade suficiente para aproveitar o gap deixado pelo Tubby. E podem apostar que algum aplicativo como esse será lançado, em breve. Quero muito estar enganado a respeito, mas assim que isso se concretizar teremos o que estou chamando de terceira guerra mundial dos sexos.

Sempre ouvi muito esse papo de guerra dos sexos e para falar a verdade nunca entendi bem, se o lance está justamente na conquista do sexo oposto (a não ser que você seja homossexual, mas aí muda um pouco de figura) mostrando o que há de melhor em nós. Essa “cyberguerra” iniciada pelo Lulu está justamente expondo o que há de pior de nós, e sinceridade há uma desproporcionalidade enorme. Você pode avaliar anonimamente alguém no Lulu, mas poderia retirar seu perfil do Tubby (sim, eu ainda lembro que o Tubby não existe) para não denegrir a sua imagem. É quase que em proporções, você atacar com um arsenal nuclear os supostos “inimigos” homens e ainda assim poder dormir tranquilamente no Bunker mais seguro que o da Casa Branca.

Concluindo, acho que hoje em dia a Simone de Beauvoir, entre outras grandes mulheres que lutaram muito para que vocês tivessem o devido e merecido espaço na sociedade devem estar se revirando em seus túmulos a cada vez que uma mulher faz uma avaliação no Lulu. Como uma vez o próprio Leo falou em um texto aqui no Blog, as mulheres hoje estão lutando para serem iguais aos homens nas piores coisas, ou invés de tentar serem melhor.

Comentários