Esta foto é sua?

Um texto dedicado a quem tem um sonho

Sonha. Sonha mesmo. Sonha muito. Sonha louco, sonha com o mundo. Sonha que você faz a diferença, sonha que você é a diferença. Sonha sem ser igual. Sonha que nem Chaplin em preto e branco, Walt Disney antes do desenho animado, sonha em ser você.

Vai. Não liga não. Vão te vaiar mesmo, vão rir da sua cara, te tachar de louco, vão te puxar pra baixo e colocar o pé no seu caminho para você cair. Caia. Não liga não. Levanta mais forte. E sonha mais um pouco. Sonha bonito, sonha com o amor, a paz, a revolução em prol do bem. Faz do seu sonho uma oração. Vai. O caminho não é fácil, tem muita armadilha disfarçada de estendida mão, de olhar que diz entender, de mente que mente pra te desmerecer.

Não pára. Sonha. Assusta. Incomoda. Cutuca. Se mostra. Se joga. Não deixe aqueles que não sabem o valor incondicional de um sonho colocarem preço nos seus sacrifícios, não deixe que digam que você está parado quando você sabe a força que suas ideias têm, não deixe que te façam pequeno quando você sabe que nasceu para ser gigante. Não deixe que te diminuam para te enxergarem de perto. Voa longe. Olha o horizonte. Seu caminho é lá. Olha para dentro, escuta o coração, não se esqueça de quem realmente te ofereceu a mão, agradeça quem acreditou, desafie quem duvidou.

Sonha. Sonha muito. Sonha e erra. Erra e aprende. Aprende e erra de novo. Faz melhor, faz sem dó. Aprende e sonha mais. Sonha muito, sonha o tempo todo, sonha a vida inteira. Sonha até o dia em que o seu sonho seja a sua realidade. Aí você manda um beijo para todos que ficaram no caminho, faz uma reverência e agradece. Ninguém se torna grande sem passar pelo crescimento. Ninguém realiza sem antes sonhar. Então sonha. Sonha o quanto quiser, o que der na telha, o que extrapolar o céu. Sonha que é seu. E eu acredito.

Comentários