Esta foto é sua?

Uma amizade colorida vale mais que um namoro em preto e branco

– Vocês são amigos?
– Sim.
– Pensei que fossem um casal.
– Somos também.

Eu poderia enumerar dezenas de motivos para você nunca namorar um amigo e todos eles terminariam no medo mais previsível de todos: perder a amizade quando tudo terminar. Mas, normalmente, esse problema é resolvido com uma boa dose de maturidade de ambos os lados. Também é preciso deixar claro que este tipo de relacionamento não é para todo mundo; na verdade, é exatamente para aquela minoria que se sente confortável em carregar a carência e a liberdade na mesma bagagem.
Uma amizade colorida é a melhor saída para quem não quer se prender às obrigações, cobranças e todas as formalidades de um casal ao pé da letra, com a vantagem de estar junto de uma pessoa que gosta de você e que conhece todas as suas qualidades e fraquezas.

Basta olhar para o lado para perceber a quantidade de casais que são o retrato da insatisfação. Pessoas que se juntaram por motivos padronizados pela sociedade e que são obrigados a conviver com a admiração forçada e com o sorriso amarelo de quem se nega a separar.

Diante de tanto absurdo, por que não dar uma chance àquele seu amigo ou amiga que está sempre ao seu lado e que compartilha com você as mesmas vontades e sonhos? Por que não arriscar? Se mentalmente você já pensou que daria errado pelo medo de um dos dois acabar se apaixonando, e que isso poderia estragar a amizade, essa é a pior das respostas. Você se arrisca muito mais se entregando às pessoas que acabou de conhecer, e você só não sente receio por isso, porque se tudo der errado, você simplesmente nunca mais a procura.

O amor, mesmo que com um fundo de brincadeira, exige coragem para assumir as consequências das escolhas, e maturidade para aceitar quando elas não dão certo.

Uma amizade colorida é uma relação que deve filtrar toda a parte negativa de um relacionamento normal e ficar apenas com os benefícios – que são muitos: o sexo fácil, a possibilidade de ser quem você é sempre, a segurança de poder confiar no seu parceiro, e até o convívio não forçado com sogros e sogras – que a essa altura do campeonato – já devem ser seus amigos também.

Pode ser que apenas um dos dois se apaixone, mas lembre-se que isso não ocorre somente entre amigos. Seja maduro e verdadeiro para recolocar as coisas no lugar. Com um pouco mais de sorte, a paixão pode ser mútua, e então ambos serão presenteados por terem tido a coragem de arriscar…

Comentários