Esta foto é sua?

Você está trabalhando com o que ama, nesse exato momento?

Nunca esse questionamento foi tão comentado, discutido e… desejado por muitos. Mas porquê trabalhar com algo que te dá tesão, se tornou tão prioridade?

Nós somos a geração que alguns chamam de millennials, ou seja, a última geração que pegou o finzinho da era analógica e está totalmente inserida na digital, ou seja, entendemos desses dois mundos e temos anseios diferentes dos que tinham nossos pais há apenas poucas décadas atrás. Na geração deles, o maior status era conseguir fazer uma faculdade, e pronto: todo o resto da sua vida estava garantido e você iria exercer a mesma profissão para o resto da vida, as ambições eram relacionadas a galgar novos cargos dentro de uma mesma empresa, e ter um bom emprego era sinônimo de consequentemente ter um bom casamento.

Hoje em dia tudo mudou, não é apenas uma coisa que nos apaixona, fazemos milhares de coisas ao mesmo tempo, e isso reflete na vida profissional e pessoal também, no sentido da efemeridade das coisas. Atualmente estou num momento profissional que nunca me imaginei estar: exerço mais de uma profissão, e isso foi acontecendo naturalmente, sou designer, professor e há menos de 1 ano blogueiro, e muita gente me pergunta: mas agora você tem um blog e escreve para outros, você vai deixar de exercer a profissão de designer? A minha resposta é: Nunca! Tudo que aprendi até hoje, seja em um curso de Design de Serviço a um de como fazer caixas de presente são de muita valia para minha vida e atinge todas as coisas que faço, escolher um profissão e só ficar nela o resto da vida não é pra mim, e acredito que para muitos de vocês também não. Vejam o vídeo do Du E-holic, um cara que largou um “futuro promissor” em uma carreira estável, para fazer chapéus e sair andando pelo Brasil ensinando, vendendo e o mais importante: vivendo

Somos uma geração privilegiada e ao mesmo tempo amaldiçoada: sempre temos a sensação de não sabermos o suficiente e do medo de que não façamos aqui que sabemos que podemos fazer bem, e de coração. Por isso, na dúvida: toque o botão do foda-se, e vá correr atrás de fazer coisas que brilhem seus olhos, mas claro, não vou ser insano de aconselhar você mandar seu chefe ir à merda e pedir demissão, mas comece usando seu tempo ocioso procurando sobre coisas que te interessam, deixe de assistir 1 hora de televisão e nesse período estude, leia, se informe, a escola é a internet, ela é capaz de nos dar quase todas as respostas, não seja um amargurado que no fim da vida vai olhar pra trás e ver que poderia ter levado outra vida, leve esta vida que você quer, agora!

Comentários