5 músicas para você esquecer o caos da rotina Esta foto é sua?

5 músicas para você esquecer o caos da rotina

Vai uma lista de músicas aí?

Bom, ontem mesmo enquanto pensava no que fazer com a lista que compartilho hoje, me vi em um dia corrido, mas bem produtivo e cansativo, um convite para, a qualquer momento, perder a cabeça. Pensando nisso, resolvi trazer hoje algumas canções que infalivelmente trazem um momento de quietude quando estou por um fio para cair no mar do estresse e confusão mental com as obrigações da vida adulta.

Para começar, compartilho uma mulher (e que mulher!) que sabe muito bem ser sexy cantando e, principalmente, compondo a atmosfera de suas canções. Sade é daquelas cantoras que com um olhar sabe transmitir a energia que a música proporciona, e com a canção “Cherish The Day” ela traz de brinde um recado sobre como aproveitar o dia. Essa é uma daquelas canções que a simplicidade e o feeling dominam:

“You show me how deep love can be”

Em seguida, trago um cara que foi/é responsável pelo terceiro melhor show da minha vida (o primeiro foi o Metallica e Motörhead e segundo Los Hermanos), sim porque ele ganhou um fã justamente pelo fato de saber muito bem como teletransportar seu público para o universo de suas músicas de maneira singela e apaixonante. Jason Mraz era um tipo de artista que eu não curtia, por ignorância minha talvez, mas ele me surpreendeu tanto depois de ver seu show, que hoje ouço suas músicas por, talvez, querer ter o que o título dessa lista sugere. Até porque, não tem como ficar mais relax depois de ouvir suas músicas, principalmente essa abaixo:

“You know that it’s good Cause only good love when it’s really love You can just love, love, love Anything it’s your destiny”

Chegando na metade da nossa lista, trago uma das trilhas de um dos mestres da sétima arte, Tarantino.

Quem é cinéfilo, sabe que ele é um diretor que se preocupa com todos os detalhes – isso inclui sua paixão por pés – de suas obras, e o assunto música, também, está incluso nisso. Não vou me estender muito, até porque iria colocar várias músicas de sua filmografia aqui, resolvi trazer uma das canções mais legais do seu mais recente longa, Django Livre.

“Felt like the weight of the world was on my shoulders Pressure to break or retreat at every turn Facing the fear that the truth, I discovered No telling how, all these will work out But I’ve come to far to go back now”

A canção a seguir é simplesmente de uma paz enorme, até porque como nosso amigo mais acima da lista, Jack Johnson é um artista que curte essa vibe praiana e leve que a vida nos brinda, e isso é bem perceptível nas músicas que ele possui em sua carreira.

Escolhi uma que simboliza isso que, como já dizia Alexander Supertramp: “A alegria só é verdadeira, quando compartilhada”: Logo, tudo é melhor junto, né.

“Love is the answer at least For most of the questions in my heart Why are we here? And where do we go? And how come it’s so hard?”

Por fim, um som que, particularmente, é responsável por muita calmaria interior quando algo sai um pouco do eixo. Afinal, nada está sob controle, mas isso não significa que devemos nos apequenar com o caos ao redor.

O nome do artista a seguir se chama Gramatik, e um pouco diferente do que trouxe nas sugestões anteriores, esse som é mais instrumental do que um casamento de harmonia por meio de notas e poesia por parte das letras. É apenas, pura e simplesmente atmosfera, aquela canção que você dá o play e deixa si levar.

Enfim, só você dá o play pra entender e não esqueça: Sonhe grande <3

E aí, quantas vezes você já quase perdeu a cabeça na rotina? Compartilhe algumas sugestões de músicas conosco ;)

Comentários