Esta foto é sua?

6 dicas para sua vida profissional com “O Diabo Veste Prada”

Aposto o que você quiser que não foi só Andy que ficou dividida entre a admiração e o ódio à Miranda Priestly durante “O Diabo Veste Prada”. O filme de 2006, que já virou um clássico das comédias dramáticas, provavelmente fez tanto sucesso porque muita gente se viu naquelas situações, mesmo que muitas vezes elas fossem levadas a extremos.

Mas nem só de dramas e boas risadas se fez o filme. De lá, tirei boas lições para a vida profissional que tento pôr em prática (porque querer não é poder, né?). E se você precisava de mais um motivo para rever o filme no feriado, vem comigo:

1 – As coisas nem sempre correm como o planejado

emily1

E isso é horrível, mas muito mais comum do que imaginamos. Óbvio que não é o que a gente quer ou espera, mas imprevistos acontecem e precisamos estar preparados para saber contornar com jeitinho.

2 – Entre de cabeça nos seus projetos

andy-gabbana

E isso inclui soletrar Dolce & Gabbana sem recorrer ao Google ou pedir ajuda ao outro lado da linha se o seu negócio é moda (até porque difícil mesmo é aprender o nome da modelo Emily Ratajkowski sem colar).

3 – Opte pelo original

miranda1

Há quem diga que o “pensar fora da caixinha” resulta em ideias pouco viáveis e profissionais frustrados, mas eu sou a favor da originalidade. Às vezes é um detalhezinho que você muda e já faz toda a diferença no final! Estampa de flor na primavera? Que criativo.

4 – E saiba estabelecer limites

miranda2

Tem muito chefe por aí que incorpora a Miranda Priestly e pesa a mão em seus pedidos, misturando o pessoal com o profissional. Também não tem nada de mais em querer mostrar proatividade, mas se isso está incomodando você, é sinal que tá na hora de se impor. Só não vai atirar seu celular em ótimo estado num lago da França igual certas pessoas.

5 – É clichê, mas…

andy-nigel

Sabe aquela máxima do Big Brother, “não vim aqui para fazer amigos”? Então, aqui não vai funcionar. No fim do dia, são eles que vão te fazer rir ou dar aquele apoio que você precisa. Principalmente quando sua chefe dá o cargo dos seus sonhos para outras pessoas :(

6 – Mantenha seus objetivos em mente

andy-fit

É mais fácil continuar ou desistir de um emprego quando você sabe exatamente aonde quer chegar. Por exemplo, às vezes você está em um cargo que te paga muito bem, mas não é exatamente na área que você gosta e quer seguir. Nessas horas, vale reconsiderar e tomar coragem para mudar, nada é definitivo.

E você, tirou mais alguma lição com “O Diabo Veste Prada”? Conta aqui!

Comentários