Esta foto é sua?

Da dificuldade de se apaixonar, ou, melhor deixar pra lá

Você se apaixonou. Não restam dúvidas, é batata, paixão. O diagnóstico de um médico não poderia ser mais preciso. À primeira vista. Depois de anos de amizade. Depois de alguns dias, semanas ou meses saindo com a pessoa. Por alguém do passado que você reencontrou. Pela amiga do amigo da namorada do cara que doou um gatinho pro seu porteiro. No ônibus, pelo Tinder, em uma suruba. Não importa como, fato é que você se apaixonou. Está apaixonado. Já pensou até em começar um tratamento pra perder o medo do mar, porque ela adora praia. E agora?

E agora, o que você faz? Se declara, claro. Cedo demais? Tarde demais? Romântico demais? E se ela quiser só sexo? E se ela estiver apaixonada por outro? E se ela quiser só ser sua amiga, mesmo vocês se dando bem como você nunca se deu bem com nenhuma mulher antes? E se ela, simples assim, não acredita no amor? E se ela não quer namorar agora porque: acabou um relacionamento, vai viajar no final do ano, não confia em você ou não namora pessoas do trabalho?

E se você não se declara, e ela te pede em namoro dias ou semanas depois, e vocês são felizes pra sempre? E se você não se declara, vocês não ficam mais, e quando ela for uma escritora famosa você vai ver um livro dela em uma vitrine, com o título: “Fulano (fulano, no caso, é você: o amor que nunca tive.”? Imagina só? E se você não se declara e outro se declara, mesmo que ele esteja mentindo só pra leva-la pra cama? Aliás, e se você se declara com essa sua mania de ser correto, mas ela não gosta de homens corretos, ou que se declaram, ou que se apaixonam? Não se pode descartar nada.

E aí, já decidiu? SMS, ela pode ignorar, melhor não. Telefonar? Invasivo demais. Marcar pessoalmente dizendo que tem algo importante a dizer? Nunca. Abrir o jogo pessoalmente e falar que mesmo a conhecendo a uma semana só está louco por ela? Em vinte e quatro horas ela já estará no Paraguai comprando documentos falsos pra fugir de você. E se você não se declara e ela cisma que você só quer sexo, e termina com você? Uma declaração depois disso não vai funcionar. E se você se declara e ela diz que adora você, adora conversar com você, adora estar com você, adora tudo em você, menos a parte de ver comédia romântica juntos e, claro, a parte que as crianças não podem ver na TV? Já parou pra pensar em tudo isso? Nah, melhor deixar pra lá.

Comentários