Esta foto é sua?

Empatia é exercício

“Custa zero reais se colocar no lugar do outro” é um dos temas preferidos das frases feitas na Internet, mas é uma grande verdade. Não custa nada, antes daquele comentário, pensar em como ele repercutirá no outro. Não custa frear a “brincadeira” antes que ela saia da boca e faça um estrago no psicológico alheio.

Não dá trabalho refletir no momento anterior à atitude que poderá acarretar algum dano na vida de alguém. E tudo isso, claro, é apenas a reflexão que fica para que não haja ou para que pelo menos se diminua a incidência de um dos maiores males que conhecemos: o arrependimento.

Falta de empatia acontece quando só pensamos na gente, nos nossos próprios sentimentos, na forma como vamos aproveitar o mundo e não nos importamos com o que vai acontecer a partir dali, sempre passando por aquele sentimento de “tô nem aí se vai doer” e o belíssimo ditado “farinha pouca, meu pirão primeiro”.

Isso passa pela face egoísta que, infelizmente, carregamos por dentro e volta e meia aparece. É óbvio que não poderíamos deixar de fora também os julgamentos, as críticas em relação às batalhas que os outros vivem e até mesmo a falta um gesto de carinho com quem sempre esteve ao nosso lado. É difícil oferecer um ombro às vezes, né?

Sabemos, sim, que o Mundo cobra cada vez mais que pensemos em nós mesmos e que entreguemos nosso máximo durante essa competição maluca que é a vida. “Se precisar, passe por cima dos outros” parece dizer toda essa correria. Faça a cabeça dos outros de degrau. Os exemplos são muitos.

Difícil é ir no fluxo contrário.

Difícil é guardar a dor no bolso e ir ajudar alguém que precise tanto quanto nós mesmos. Difícil é praticar essa palavra tão bonita, mas que sai pela culatra na maioria das vezes em que os gestos não são genuínos. Tentar entender os sentimentos de alguém é tentar se conectar de uma forma mais verdadeira e também nos ajuda a compreender os nossos.

Empatia consegue transformar qualquer ambiente, seja de trabalho ou à dois, ao nos ajudar a enxergar o lado humano, sensível e mais frágil que existe em qualquer um. A frase pode ser feita e repetida tantas vezes que já virou clichê, mas realmente custa 0 reais se pôr no lugar de alguém.

Custa muito pouco pensar que toda ação tem uma reação e que machucar alguém por capricho é idiotice e que continuar a julgar alguém porque a sua realidade é mais cômoda é fácil. Empatia é exercício, pena que muita gente prefira continuar com a alma sedentária.

Comentários