Esta foto é sua?

Não precisamos ser as deusas da autossuficiência o tempo inteiro

Ô mulherada, xô ter um papo de amiga aqui com vocês…

É normal ficar triste às vezes, viu? É normal ficar carente, pra baixo, precisando de companhia. É normal ficar na bad às vezes. Nós não precisamos ser as grandes fortalezas resistentes à solidão. Não precisamos ser as deusas da autossuficiência o tempo inteiro. A verdade verdadeira é que ninguém é isso aí.

Estou falando isso porque acho engraçado que quando homem demonstra carência todo o mundo acha muito fofinho “ai que bonitinho escrevendo love song for no one” e quando mulher demonstra tristeza num momento de solidão afetiva qualquer é “ai credo que papo de encalhada, sai daqui”.

Dia desses, conversando com umas amigas, eu falei que tenho o objetivo de me casar e ter uma família e juro que parecia que eu tinha revelado que sou uma serial killer. Todo o mundo me olhou de rabo de olho como se eu estivesse falando um grande absurdo e demonstrando uma fragilidade e uma dependência descomunais.

Fiquei pensando naquilo e lembrei que quando um amigo entoou a mesma frase numa mesa de bar, percebi que todo o mundo olhou com olhos de encantamento dizendo “que legal isso” e percebi que a gente precisa parar com isso.

Parem com isso, amigas. Contar os sonhos e assumir fraquezas também é uma demonstração de força e a verdadeira liberdade está em poder ser quem você realmente é. Aceitem os sentimentos aí. Tá tudo certo.

Comentários