O que eles pensam sobre - Batom Esta foto é sua?

O que eles pensam sobre – Batom

O batom vermelho é mítico e um divisor entre as mulheres que usam e as que não usam. De um lado, as independentes e seguras de si, as provocativas.  E de outro as que ainda não chegaram lá? Vamos combinar, precisa ter personalidade para segurar um bocão vermelho em plena segunda-feira pela manhã. Eu ainda não tenho. Mas existem mulheres que não curtem o rouge provocador e ainda assim mexem com o imaginário masculino. Então, o assunto é complexo.

Falando por mim, acredito que a escolha da cor do batom tem mais a ver com auto descobrimento do que com questões sobre maquiagem, já que lábios vermelhos trazem consigo o simbolismo da juventude e da sexualidade aflorada. Isso não quer dizer que quando passamos batom vermelho estamos emitindo um “sinal verde” para os homens avançarem em cima de nós. Obviamente. Mas muitas de nós acaba deixando de lado essa tonalidade simplesmente por não querer transmitir a mensagem errada para o sexo oposto.

Somente aos 25 anos é que consegui sair na rua com os lábios tão chamativos. Mesmo assim ainda não me sinto totalmente à vontade. Continuo preferindo os tons nude. Mais discretos. Vez ou outra quando estou confiante saco o batom do fundo da gaveta da penteadeira e deixo que o seu vermelho, contagie não apenas meus lábios, mas também parte da minha personalidade. E saio como se fosse outra mulher. Pode até parecer esquizofrenia da minha parte, confesso, mas afirmo, me sinto outra pessoa. No espelho não reconheço aquela guria insegura, mas uma mulher que sabe o que quer. É parecido com o ritual masculino de pintar o rosto para a guerra. Sacou?

E o que será que os homens pensam sobre essa nossa transformação? Claro, fui perguntar para os caras, mas antes disso vamos repassar algumas dicas práticas para usar o batom vermelho sem medo.


The 85th Academy Awards - Press Room - Los Angeles

A cantora Adele é essencial para falar em lábios bem desenhados. Se você tem a pele e os cabelos claros como ela, experimente os tons de vermelho bem vibrantes, como o alaranjado e o vermelho tomate.


EOH Rihanna

A regra geral é que as mulheres de pele negra devem usar tons de batom escuros, como o vermelho fechado, o vinho e o bordô. Particularmente, adoro quando as regras são deixadas de lado. Olha só como a Rihanna ficou linda com esse vermelho mais claro. Repare também que ela usou um batom com acabamento matte (opaco, sem brilho) para deixar o look mais clássico.


EOH Angelina

O maior exemplo de mulher morena que abusa do batom vermelho é Angelina Jolie. Aí você pensa “ah, mas ela pode, ela é a Angelina Jolie, aí fica fácil usar”. Pense por outro lado, se ela fosse encanada, não passaria nem perto desses tons por causa do tamanho dos seus lábios. Ela é exemplo justamente porque assume sem medo uma característica de seu rosto e usa isso a seu favor.


E aí, será que o batom vermelho tem para os homens o mesmo significado que para nós mulheres?

 

 Vamos ver o que eles pensam, afinal, eles sempre garantem risadas.

 

Léo Luz

O Leo foi se depilar e esqueceu de responder o Quiz.

Adoro quando uma boca é desenhada com aquele vermelho intenso, médio, fraco, alaranjado ou coisa do gênero. Vou confessar, batons vermelhos, me lembram sexo dos bons, daquele tipo que o beijo atravessa o rosto, se espalha pelo pescoço, desce pelo corpo e se lambuza lá em baixo. Dá vontade de avançar numa boca com cara de morango suculento.

Frederico Elboni

Sempre pensei que mulheres que usam batom não querem ser beijadas. E quando acontece, me sinto beijando um chocolate nitrogenado. Por outro lado acho bonito, em eventos e na compostura de uma bela mulher que se arruma para tal. No dia a dia, prefiro o tom nude – não consigo imaginar um homem falando essa palavra de forma hétero. Mas o que dispenso mesmo é aquele gloss que deixa a boca como se tivesse comido um frango de televisão na padaria mais próxima. Mas claro, é bom deixar explícito que sou um chato.

Certa vez, numa aula de um cursinho pré-vestibular, um professor de biologia falava do aspecto “animalesco” que nós seres humanos temos, e usou o batom vermelho como exemplo: segundo ele, as macacas quando estão no cio e desejam copular tem seus lábios mais inchados e avermelhados, ficando mais atraentes para os machos. Então o professor fez analogia ao batom vermelho, indicando que as mulheres ao usarem o mesmo estão inconscientemente fazendo a mesma prática. Assim concluindo, o vermelho no mundo animal não significa “pare”, mas sim “avance”, então como que não vou gostar de um sinal vibrante como esse?!

Ricardo Coiro

Apesar de admirar as mulheres que saem por aí de cara limpa, confesso: eu acho batom do caralho, mesmo quando longe dele. Ao contrário do que os superficiais pensam, o batom, seja ele vermelho ou rosa, marca muito mais do que colarinhos, pescoços e cuecas. Minhas lembranças mais tesônicas, por exemplo, estão totalmente sujas de batom. Carrego manchas de batom também no coração e, acreditem se quiser, no contorno da alma. Quando fecho os olhos e, em busca de alegrias, volto ao passado, logo dou de cara com a boca daquela guria que, quando partiu, deixou rastros de batom em meu corpo todo. O batom, além da boca da mulher, é capaz de marcar a mente do homem. E quem não gosta de uma mulher marcante?

Comentários