Esta foto é sua?

Sempre tem alguém que nos renova

Todo fim de relacionamento deixa uma marca. Fica a sensação nítida de que nunca mais amaremos. E digo isso por que já passei algumas vezes por esse momento e sei que o sofrimento nunca é opcional: ele existe. Acho que principal diferença é o que fazemos a partir daí.

Há quem se entregue e comece a achar que o fundo do poço é um ótimo lugar para se ficar. Fincar. Criar raízes. E geralmente quem se sente assim é quem pensa que o fim levou tudo: esperança, alegria, prazer. Parece que a Vida só tinha sentido com aquela pessoa e, depois da sua partida, muitas cores do Mundo perderam sua vitalidade.

Mas isso passa.

Passa por que na outra mão temos quem prova do hiato, do tempo cuidando de si e percebe que um término não nos mata, apenas renova a certeza de que amor bom é aquele nos faz bem. Não adianta ficar ao lado de quem tem projetos, sonhos e direções diferentes. Respeitar a individualidade é uma coisa, negligenciar o casal é outra. Então, sabendo que foi melhor assim, tem-se mais chance de voltar a viver mais rápido.

Não que seja uma competição. Se tem uma coisa que é ridícula, isso é aquela mania que os recém-separados tem de disputar para ver quem está melhor em menos tempo. Indiretas, likes em fotos sugestivas, trechos de músicas. É uma idiotice sem tamanho.

Primordial é se encontrar depois que a bagunça é feita. Depois que os sentimentos são espalhados pelo chão sem muito cuidado, que o coração quebra e parece que nunca mais amarelos de novo. Besteira, sabia? Um tempo pra refletir é sempre bem-vindo para, enfim, saber a hora de se renovar. Ou se deixar renovar por alguém. Até por que o Amor não desiste de ninguém. Ele continua a existir e, sem dúvida, mais cedo ou mais tarde volta a insistir em quem sofreu.

O Amor nunca será o problema ou a pergunta tola. O Amor sempre será a melhor das soluções, a mais certeira das respostas.

Comentários