Terça com Fred #10 Esta foto é sua?

Terça com Fred #10

É, semana passada eu furei com vocês. E isso acontece nas melhores famílias. Até naquelas que compram Sucrilhos Kelloggs ao invés de Froot Loops. Até naquelas…

Como vocês devem saber estou corrido com esse lance do livro. Se vocês imaginassem a correria – gostosa, claro. Tanta coisa rolando, tantos sorrisos que estavam empoeirados por aí… Mas não é disso que eu quero falar hoje nesse nosso recanto. Nada espiritual.

Nessa semana várias coisas aconteceram, uma delas foi o meu aniversário! Sim, 23 anos de idade e ainda não gosto de tomar café. Que maturidade. Sério não gosto mesmo, prefiro Toddynho. Sabe, nunca fui um cara muito fã de aniversários, nunca soube receber muito bem os “Parabéns”. Sempre agradecia e ficava com aquela cara de paisagem! É difícil lidar com isso, sério haha!

Nessa semana eu também sai também numa matéria do Diário Catarinense (um dos maiores, se não o maior jornal de Santa Catarina). E também vocês descobriram como eu era uma criança sensual de tampão e riso fácil. É galera, eu era assim. Podem rir.

Enfim, várias coisas rolaram, mas hoje eu queria sair um pouco desse lance do livro e escrever algo para vocês.

Como vocês sabem escrevo o início de um texto por aqui e vocês terminam pelos comentários (nada muuuito longo), quem tiver mais likes ganha. Quer dizer, não existe ganhador, o intuito é só se divertir – por mais que isso pareça papo de pai de míope em aula de arco-flecha. Mas ok. Pirem, criem, sorriam…

“Quero ter um querer certo, sem dúvidas, sem entremeios, sem pestanejar entre o certo e o errado. Eu quero querer, pois o vazio não alimenta ninguém. Quero amar, sofrer, sentir, viajar… Quero sentir a vida me dando abraços e tapas na cara. Quero gostar de alguém ou não gostar de ninguém…”

PS: Me seduzam com a continuação, sei que vocês têm devaneios guardados: pegue uma xícara de algo, sente-se e escreva.

Comentários