Esta foto é sua?

Terminar para curtir o carnaval?

Repensar no namoro dias antes do carnaval, isso é piada ou alguém nesse planeta realmente está falando sério?

Celular desligado, abadá na mão, uma coleção de beijos fantasmas, ressaca e várias tentativas, às vezes frustradas, de um sexo descompromissado em algum beco de alguma ruela.

Eu até respeito quem tenha terminado o relacionamento para curtir o carnaval, mas como uma via de mão dupla confio no bom senso para não querer voltar.

Defendo com veemência a assertividade nas decisões para evitar o sofrimento de terceiros. Um término sadio, claro e decidido traz ao outro uma confiança própria necessária para recuperar-se com maior eficácia. Filha da putice não é você terminar um relacionamento para curtir o carnaval e estar convicto que essa foi a decisão certa a se tomar, filha da putice é você curtir o carnaval como um sujeito que acabou de sair da cadeia, não vê uma mulher faz 3 anos, e depois na maior cara de pau querer voltar o relacionamento com o argumento de um suposto arrependimento. Apesar dessa analogia ser feita no sentido masculino da coisa, serve para ambos.

Bônus, bundas, confiança, ônus, carinho, peitos, cumplicidade, escolhas, essa é a vida.

Nem vou entrar no mérito que considero o carnaval um gasto de dinheiro público, até porque esse não é o foco. Não questiono a instituição do carnaval em si, mas sim a mudança sazonal de atitude das pessoas.

Sempre primei pelo bem-estar das pessoas, sendo jogando canastra, sonhando com um bola quadrada ou rebolando chapada em alguma micareta por aí, até porque você se desrespeitar é um direto seu.

Antes de mais nada uma pessoa precisa ser fidedigna a ela mesma.

O ser humano é altamente influenciável pela mídia, pelos amigos ou por qualquer forma que o mundo tem de dizer “sério que você vai perder isso?”. Indiferente de ser uma festa, uma promoção, um beijo ou qualquer coisa que seja categorizada como um momento perdido. A gente quer viver tudo intensamente, mas na maioria das vezes não conseguimos curtir as vantagens da estabilidade.

Maturidade é quando você pensa em todos fatores relacionados antes de tomar alguma atitude.

Não questiono as pessoas que querem curtir, até porque considero uma fase necessária para você se autoconhecer e estar seguro do que quer quando tiver lá seus 30/40 anos. Mas questiono a falta de clareza e principalmente dê jogo limpo.

Em um relacionamento existe um contrato, algo implícito na relação onde a cláusula de número um frisa o respeito acima de tudo. Deixe claro o que você quer com esse contrato, quais são suas cláusulas, seus interesses… Respeitar não significa não terminar o relacionamento, mas sim esclarecer o contrato antes de fazer o outro assinar.

Saiba que é totalmente possível fazer suas vontades sem deixar de respeitar o próximo.

Por fim, o carnaval acabou, o sambódromo apagou, o tesão sumiu, o clima esfriou e agora, José?

Comentários